Publicidade
Cotidiano
Notícias

‘Quero ver alguém me eliminar’, disse candidata ao postar foto da prova do Enem em rede social

Nos dois dias do Enem, 36 candidatos foram excluídos do exame por usar o celular durante a prova. O MEC continuará monitorando as redes sociais por tempo indefinido 27/10/2013 às 19:58
Show 1
O Enem foi realizado neste final de semana em 1.161 municípios brasileiros
Mariana Tokarnia (Agência Brasil) Brasília (DF)

O Ministério da Educação (MEC) informou neste domingo (27), no segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que foram registrados mais casos de estudantes que publicaram fotos e comentários em redes sociais de dentro dos locais de prova. No primeiro dia, 24 estudantes foram desclassificados.

No Instagram, fotos que foram publicadas sábado (26) estão sendo replicadas. As fotos mostram supostas imagens do cartão de resposta e partes do caderno de prova. Há também novas imagens: "Quero ver alguém me eliminar haha #enem #boasortepramim", desafia uma usuária da rede social que publicou uma foto com supostos cartão de resposta e folha de rascunho.

Outro usuário publicou a foto de suposto trecho da prova com a legenda: "Ainn #nervoso chegou o momento que tanto esperei... me preparei o ano todo e hora de mostra para que vim!! Boa sorte a todos (menos pra quem vai fazer medicina rsrs) #enem #pronto #deusmeajude #foco #força".

Pelas regras do Enem, não é permitido o uso de eletrônicos nos locais de prova, nem postar fotos do exame. Ao chegar à sala de aula, o candidato era orientado a colocar aparelhos eletrônicos, como celular e tablet, em um envelope lacrado, que tinha de ficar embaixo da carteira durante toda a prova. O celular tinha de ser desligado.

Outro caso que chamou atenção foi o de um radialista da cidade mineira de Unaí, que tirou uma foto da prova no local do exame. De acordo com o ministro da Educação Aloizio Mercadante, o objetivo do radialista era prejudicar o exame. Ele foi preso e pode ser enquadrado no Artigo 311-A do Código Penal.

O MEC informou que 12 candidatos foram eliminados neste domingo (27) por terem usado celulares no local da prova. Eles postaram imagens da prova e do cartão de resposta nas redes sociais. Nos dois dias do Enem, 36 candidatos foram excluídos do exame por esse motivo. A pasta continuará monitorando as redes sociais por tempo indefinido.

Abstenções

Dos mais de 7,1 milhões de candidatos inscritos no Enem, cerca de 29% não compareceram às provas. Segundo Mercadante, 5,05 milhões de candidatos fizeram o exame. Os dados são do segundo dia de prova e ainda podem ser revisados para cima. O resultado final da prova será divulgado na primeira semana de janeiro.

As abstenções, segundo Mercadante, têm se mantido constantes desde 2009, quando a taxa chegou a 37,7%. No ano passado, o percentual dos alunos que não fizeram a prova foi 27,9% – dos 5,6 milhões inscritos, 4,17 milhões compareceram. Este ano, número de participantes é recorde, 20% a mais que o de 2012. O crescimento, desde 2009, está em 95%.

Sobre a questão da segurança, o ministro destacou que não houve vazamento. "A segurança foi muito eficiente, não houve qualquer vazamento de qualquer informação, o que é central para garantir a isonomia dos estudantes", disse Mercadante.

Incidentes

O ministro também destacou alguns casos como o do candidato Fernando Ximenes, 26, que morreu em um acidente em Varginha (MG), quando estava a caminho da prova. Fernando estava em uma moto e foi atingido por uma carreta que vinha na contramão. Mercadante falou ainda sobre a estudante que deu à luz no sábado (26) em Teresina. Segundo o ministro, a candidata passa bem, assim como a criança, que se chama Luna e pesa 3,5 quilos.

No total, havia 712 candidatas gestantes, que poderiam entrar em trabalho de parto no local de prova. Neste domingo, uma gestante no Rio de Janeiro começou a sentir as contrações, mas quis ficar no local e terminar a prova, onde foi acompanhada por um especialista.

O ministro também mencionou as fortes chuvas no Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, além de casos de falta de energia em algumas localidades, fatos que, segundo ele, não prejudicaram a realização do exame. O Enem foi realizado neste final de semana em 1.161 municípios. O gabarito será divulgado no dia 30 de outubro, na internet, no site do Inep.

Publicidade
Publicidade