Publicidade
Cotidiano
região norte

R$ 600 milhões do Plano Safra serão direcionados para a agricultura familiar

Plano Safra da Agricultura Familiar 20016/2017 para todo o país que prevê investimentos na ordem de R$ 30 bilhões no período que vai de 1º de julho de 2016 a 30 de junho de 2017 15/07/2016 às 20:07 - Atualizado em 15/07/2016 às 22:51
Show agricultura familiar
Foto: OCB/AM
Antônio Paulo Brasília (DF)

O Banco da Amazônia está disponibilizando R$ 600 milhões do Plano Safra para projeto da agricultura familiar na Região Norte. O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário lançou mais Plano Safra da Agricultura Familiar 20016/2017 para todo o país que prevê investimentos na ordem de R$ 30 bilhões no período que vai de 1º de julho de 2016 a 30 de junho de 2017.

Estratégica para a produção de alimentos e segurança alimentar dos brasileiros que residem no campo e na cidade, a agricultura familiar, segundo o Banco da Amazônia, foi fundamental para retirar o Brasil do mapa da fome, fato reconhecido desde 2014 pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

“O Plano Safra 2016/2017 chega para reafirmar esse compromisso do governo, essa conquista histórica. Entre outros motivos, só foi possível a saída do mapa da fome porque se ampliou a produção de alimentos saudáveis, especialmente os de sistemas de produção de base agroecológica; garantiu-se crédito mais barato para os produtores e se ampliou a oferta de políticas para a juventude rural na agricultura familiar”, explica Cristina Ferreira Lopes, gerente de Microfinanças e Agricultura Familiar do Banco da Amazônia.

Segundo a gerente do banco, a cada ano, os recursos disponíveis no Plano Safra têm possibilitado ao agricultor familiar da Amazônia e de todo o país condições para dar robustez a seus negócios, especialmente na infraestrutura das propriedades, na ampliação, diversificação, comercialização e no aumento da produção de alimentos. “Os investimentos possibilitam, ainda, a dinamização da economia local, gerando emprego e renda e estimulando a fixação do homem no campo”, diz Cristina Lopes.

Mais de R$ 30 bilhões para a agricultura familiar

Nas últimas cinco safras (2011/2012 a 2015/2016), o Banco da Amazônia afirma que aplicou R$ 3,32 bilhões na região, em 167.951 mil contratos. Somente no Plano Safra 2015/2016, foram carreados R$ 548,6 milhões em recursos até o mês de junho passado, em 18.973 mil contratos. Do total dessa safra, R$ 18,8 milhões foram investidos no Amazonas.

“Os recursos do Plano Safra, via Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, tem ampliado o acesso ao crédito de jovens, mulheres, comunidades tradicionais, além de promover o fortalecimento de cooperativas e associações. O programa possui taxas de juros bastante atrativas, além de conceder bônus de adimplência para algumas linhas de financiamento”, informa a gerência do Banco da Amazônia.

Mais informações sobre o Plano Safra e Pronaf podem ser obtidas no site www.bancoamazonia.com.br.

Publicidade
Publicidade