Domingo, 08 de Dezembro de 2019
Notícias

Reajuste dos servidores da Suframa será pago a partir de 2016, diz ministro do Mdic

Busca pela reestruturação dos salários resultou em uma greve de 56 dias, que acarretou prejuízos estimados em US$ 5 bilhões, segundo a Fieam; reajustes salariais chegam a 100%



1.jpg Ministro Armando Monteiro Neto, após ser criticado pela ausência nas reuniões do Conselho, presidiu o encontro ontem
18/12/2015 às 11:15

Ao participar da reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS), nesta quinta-feira (17), o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), Armando Monteiro, anunciou o projeto de reestruturação salarial dos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), que prevê um aumento médio de 60% sobre os vencimentos básicos e gratificações para as carreiras de nível superior e de 23% para as carreiras de nível médio, a partir de agosto de 2016.

“Com relação ao processo de equiparação salarial dos servidores, passamos ontem (16) ao presidente do Sindicato dos Servidores da Suframa (Sindframa), Anderson Belchior, a planilha que contempla os vencimentos e as gratificações”, afirmou o ministro. A proposta será encaminhada até o iníncio próximo ano, disse. A proposta, já negociada com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), prevê ainda um escalonamento de reajuste salarial para os próximos anos, que poderá chegar a até 104% em 2019, em relação às remunerações atuais. 



O Minstro afirmou que a reestruturação salarial é consequência do fortalecimento institucional da autarquia, que passará a ter status de agência executiva. "A gente acabou tendo que aceitar o valor. Nos reunimos com o Ministro e com outros parlamentares e devido a crise econômica, não tinha como ser um valor alto, mas conseguimos uma vitória, e após conversamos com o Sindicato e com alguns servidores, decidimos aceitar. Com isso, hoje, conseguimos estancar a saída de servidores da Suframa", destaca o sindicalista Anderson Belchior.

Planejamento

Nas medidas anunciadas pelo Minstro Monteiro no final da sessão do CAS,destacam-se o levantamento de indicadores contendo metas e principais objetivos da autaquia, e formulação de um planejamento estratégico denso.O objetivo, segundo o Ministro, é o fortalecimento no plano nacional de exportação e substituição competitiva de importações. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.