Publicidade
Cotidiano
Notícias

Rebecca Garcia é escolhida para assumir o comando da Suframa

A ex-deputada será a nova chefe da Superintendência da Zona Franca de Manaus. A nomeação foi publicada nesta segunda-feira (26) no Diário Oficial da União 26/10/2015 às 10:02
Show 1
Rebecca Garcia
VINICIUS LEAL ---

A ex-deputada federal Rebecca Garcia (PP) é a nova superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa). A nomeação dela foi publicada na manhã desta segunda-feira (26) no Diário Oficial da União.

A Suframa é uma autarquia vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior que administra a Zona Franca de Manaus (ZFM) com objetivo de construir um modelo de desenvolvimento regional que utilize de forma sustentável os recursos naturais, com viabilidade econômica e melhoria da qualidade de vida das populações locais.

A Suframa estava há um ano sem um superintendente oficial. O então adjunto do órgão, Gustavo Igrejas, vinha assumindo o posto interinamente desde a saída de Thomaz Nogueira, que ficou três anos no cargo. A indecisão na escolha do novo superintendente era criticada pela indústria.

Apesar da nomeação tardia, Rebecca já vinha sendo cotada para assumir a Suframa. Em maio deste ano, o jornal O Globo publicou que a ex-deputada assumiria a autarquia devido a ajuda do ministro Eduardo Braga (PDMB), de Minas e Energia, do mesmo partido que o vice-presidente da República Michel Temer, e com quem Rebecca disputou o governo do Amazonas.

Em junho deste ano, o Ministério Público Federal do Amazonas havia recomendado ao ministro Armando Monteiro, do MDIC, que se abstivesse de indicar Rebecca Garcia para chefiar a Suframa por haver conflito de interesse. Segundo o órgão, Rebecca é sócia de empresas familiares que receberam incentivos fiscais da Zona Franca.

Na época, em resposta ao MPF, Rebecca afirmou não haver motivos concretos ou potenciais suficientes para caracterizar conflito de interesses. “O meu caso é semelhante ao ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior [Armando Monteiro], que é empresário. Se fosse assim, ele não poderia assumir. E outros nomes do passado, que se enquadram exatamente na mesma situação que eu, como o próprio Luiz Fernando Furlan [ex-ministro da Indústria e presidente da Sadia]”, enfatizou.

Perfil

Rebecca Martins Garcia tem 40 anos, é vinculada ao Partido Progressista (PP), é ex-deputada federal pelo Amazonas (2006-2010) e foi candidata a vice-governadora do Amazonas na chapa de Eduardo Braga (PMDB), atual ministro de Minas e Energia.

Ela é graduada em Economia na Universidade de Boston (EUA), já trabalhou na corretora financeira Merrill Lynch (Boston), fez parte dos quadros do Banco Pactual (Rio de Janeiro) na área de contabilidade de fundos internacionais e Private Banking.

Rebecca também atuou na área comunicacional e cinematográfica, atuando como diretora-presidente do Jornal Estado do Amazonas e como diretora geral da rádio e televisão Rio Negro (filiada da Rede Bandeirantes).

Publicidade
Publicidade