Publicidade
Cotidiano
Notícias

Rebecca Garcia retoma mandato na Câmara Federal

Secretária de Governo deixa cargo para ‘demarcar espaço’ em Brasília, a fim de ganhar visibilidade para a disputa eleitoral do próximo ano 11/11/2013 às 08:42
Show 1
Secretária de Governo, Rebecca Garcia, acompanhou o prefeito Artur Neto e o senador Aécio Neves na visita a Moto Honda
André Alves ---

A secretária de Governo do Amazonas, Rebecca Garcia (PP), anunciou que vai voltar à Câmara Federal no início de 2014, antes do fim do prazo para a desincompatibilização do cargo no Executivo, porque precisa retomar o mandato para não “sumir” no ano da Copa.

Rebecca Garcia assumiu a Secretaria de Governo do Amazonas em dezembro de 2012, em substituição a George Tasso. Desde então, Luiz Fernando Nicolau (PSD) substitui Rebecca na Câmara Federal. Ao aceitar a função no Poder Executivo, ela disse que queria ajudar o governador Omar Aziz a cumprir suas promessas de campanha.

“Vamos priorizar a transversalidade e, no interior, farei um levantamento de tudo que está em andamento, de tudo que foi compromisso de campanha do governador e, em cima desse cenário, poderei ajudar a dar andamento para que em 2014 o Omar possa sair do governo tendo cumprido todos os seus compromissos com o povo do Amazonas”, disse ela, no dia 10 de dezembro de 2012, quando tomou posse na Secretaria de Governo.

Com participação pública discreta no governo Omar Aziz, e quase um ano após permanecer na função, Rebecca Garcia afirmou que precisa voltar à Câmara Federal para dar andamento ao mandato.

“Preciso retomar meu mandato para dar andamento a algumas ações em 2014. Só tenho seis meses porque, depois da Copa, já vem a eleição. Se você não tiver um espaço demarcado desde o início do ano, vai sumir em Brasília”, declarou Rebecca Garcia, em entrevista para A CRÍTICA.

Ela explicou que tinha como meta, ao aceitar o convite de Omar Aziz para tocar os projetos do governo, “aprender” sobre o funcionamento da máquina administrativa do Estado. “Minha intenção ao vir para a secretaria não era me promover. Nunca usei a estrutura do governo para me promover. Disso ninguém nunca vai poder me acusar”, comentou.

Legalmente, Rebecca Garcia tinha até o final de março de 2014 para deixar a função no Executivo e, assim, estar perante a Justiça Eleitoral para concorrer ao governo do Estado. Sobre a candidatura, ela sustentou que não descarta a hipótese, mas que nada está definido. “No momento, está todo mundo conversando com todo mundo”, disse.

Publicidade
Publicidade