Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Notícias

Receita Federal prevê correria na última semana para declarar o Imposto de Renda

Começa o corre-corre no final do prazo para o acerto de contas com o leão. Mais de 44% ainda não declararam no Amazonas


23/04/2015 às 10:54

Pelo ritmo de entrega das declarações do Imposto de Renda, haverá “correria” por parte dos contribuintes nos últimos dias do prazo, que termina em 30 de abril. A poucos dias para o fim do prazo, menos da metade dos contribuintes já acertou as contas com o leão em todo o País. No Amazonas, a situação é um pouco menos pior, já que, por aqui, 55,40% das 319 mil declarações esperadas já foram entregues. No total, 178,4 mil declarações foram entregues de contribuintes em todo o Estado.

A Receita Federal alerta que o adiamento na entrega do documento aumenta as chances de erro no preenchimento, podendo resultar em malha fina para o contribuinte. Além disso, quanto mais o contribuinte demorar para declarar, mais tempo terá que esperar para receber sua restituição, se for o caso.

“O problema é que, na pressa para não perder o prazo, o contribuinte entrega o documento de qualquer jeito apenas para fugir da multa, pensando em fazer, depois, uma declaração retificadora. Mas ele acaba não corrigindo os dados e caindo na malha fina”, explica o especialista em finanças, José Roberto Lima Filho.

Vale ressaltar que, nos últimos anos, o prazo para entrega não tem sido prorrogado. Quem perder o prazo estará sujeito a multa de, no mínimo, R$ 165,74, podendo chegar a 20% do imposto devido.

Na 2ª Região Fiscal, que engloba os Estados do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima, 700,1 mil contribuintes cumpriram a obrigação com o fisco.

Este ano, as pessoas físicas com certificação digital podem fazer a declaração pré-preenchida na página da Receita na internet, na área do e-CAC. Isso também poderá ser feito por um representante do contribuinte que tenha certificação digital e procuração eletrônica registrada no órgão.

Recibo

O preenchimento do número do recibo da declaração do ano passado não é obrigatório. Somente nas declarações retificadoras o preenchimento do número do recibo da declaração anterior é necessário. O sistema avisará sobre a falta do preenchimento, mas não impedirá que a declaração seja salva e enviada corretamente.

Diversos canais para declarar

O contribuinte só tem até o dia 30 de abril para entregar a declaração de IR, o que, de acordo com Aristeu Tolentino, especialista em IR da Prolink Contábil, poderá ser feita por meio do programa de transmissão Receitanet. Ele é disponibilizado no site da Receita Federal, para quem possui certificado digital ou por meio do serviço Fazer Declaração, para tablet e smartphone.

Aristeu explica que está obrigado a declarar quem recebeu, em 2014, rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 ou rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados na fonte – cuja soma seja superior a R$ 40 mil. “Também deve declarar quem obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência de imposto”, diz.

publicidade
publicidade
Bolsonaro e Paulo Guedes se contradizem ao falar sobre Zona Franca de Manaus
Jerônimo Antunes renuncia do cargo no Conselho da Petrobras
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.