Quarta-feira, 22 de Maio de 2019
Notícias

Reunião anual da SBPC começa oficialmente e cientistas do Amazonas apresentam pesquisas

Evento teve abertura oficial neste domingo. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM) e instituições parceiras apresentam projetos de pesquisa durante o maior evento científico da América Latina



1.jpg
Durante a solenidade de abertura a presidente da SBPC, Helena Nader, fez críticas à redução do orçamento para ciência e educação
13/07/2015 às 18:26

A abertura oficial da 67ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) ocorreu na noite deste domingo no campus na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Carlos, interior de São Paulo. Durante uma semana, cientistas estarão reunidos para discutir temas como o acesso a novas tecnologias e o Amazonas apresenta  24 pesquisas apoiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM).

Do total de 24 projetos expostos na SBPC, 19 recebem o apoio do Programa de Apoio à Participação em Eventos Científicos e Tecnológicos (Pape), que tem como objetivo garantir a participação de pesquisadores, professores ou estudantes do Amazonas em eventos científicos e tecnológicos relevantes no País e no exterior.

Por meio desse programa, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), o Instituto Federal do Amazonas (IFAM) e a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) podem apresentar trabalhos científicos no evento, tais como o estudo genético do tambaqui na região de Parintins, análises da radiação solar em Tefé e como ela afeta a população, além de pesquisas que avaliam o impacto do socioambiental na produção de tijolos em Tabatinga.

Também com apoio da FAPEAM, o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) apresenta tecnologias geradas a partir das bancadas dos laboratórios, dentre elas, o emprego de óleos vegetais de espécies amazônicas nativas com alto índice de acidez na produção de biodiesel etílico, estudo realizado pelo doutor em química orgânica Sergio Massayoshi Nunomura.

A representante da Secretaria de Estado de Planejamento, Ciência e Tecnologia (Seplancti), Mara Said, afirma que os pesquisadores do Amazonas terão espaço de destaque durante a reunião da SBPC e destacou a importância do sistema de Ciência e Tecnologia do Amazonas. “O Amazonas acompanha os avanços realizados pela ciência em todo o País e pelo mundo, haja vista o encontro receber participação de entidades internacionais. Outro fator é a oportunidade que o Amazonas tem para poder mostrar à sociedade os avanços em ciência produzida aqui”, disse.

No estande do Amazonas também será realizado o lançamento do protótipo da nova edição da revista digital ‘Amazonas faz Ciência’ que em breve estará disponível para tabletes. O material traz reportagens por meio de vídeos e áudios, além de imagens de pesquisas desenvolvidas no Estado com o apoio da Fundação.

A abertura

Durante a solenidade de abertura Helena Nader, presidente da SBPC, fez críticas à redução do orçamento para ciência e educação, também destacou a aprovação da lei que trata do acesso ao patrimônio genético.

Nader reafirmou o compromisso da SBPC em contribuir para o avanço da ciência no Brasil. “A produção científica brasileira vem crescendo em quantidade e qualidade, mas a irregularidade de recursos e a descontinuidade de políticas públicas poderão levar, em pouco tempo, a sua estagnação e atingir os jovens pesquisadores. Mas também temos o que comemorar a aprovação da lei do acesso ao patrimônio genético. A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei e vetou algumas aberrações que, infelizmente, a Câmara dos Deputados não quis voltar atrás. Essa legislação contou com a participação da comunidade científica e trata dos impactos positivos à CT&I. Trabalharemos de forma incansável para que a SBPC tenha uma voz firme em favor da educação, da ciência, tecnologia e inovação”, destacou.

A SBPC

Para este ano o tema escolhido “Luz, Ciência e Ação” é alusivo ao Ano Internacional da Luz, que em 2015 será celebrado em diversos países, por decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em reconhecimento à importância das tecnologias associadas à luz na promoção do desenvolvimento sustentável e na busca de soluções para os desafios globais nos campos da energia, educação, agricultura e saúde.

As reuniões anuais da SBPC têm, concomitantemente, os objetivos de debater políticas públicas nas áreas de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação e de difundir os avanços da Ciência nas diversas áreas do conhecimento.

Realizada desde 1948, com a participação de representantes de sociedades científicas, autoridades e gestores do sistema nacional de ciência e tecnologia, a Reunião Anual da SBPC é um importante fórum para a difusão dos avanços científico nas diversas áreas do conhecimento e um fórum de debates de políticas públicas para a ciência e tecnologia.

A programação científica é, geralmente, composta por conferências, simpósios, mesas-redondas, encontros, sessões especiais, minicursos e sessões de pôsteres. Também são realizadas outras atividades, como a SBPC Jovem (programação voltada para estudantes do ensino básico), a ExpoT&C (mostra de ciência e tecnologia) e a SBPC Cultural (apresentação de atividades artísticas regionais e discussões sobre temas relacionados à cultura).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.