Segunda-feira, 20 de Maio de 2019
Notícias

Rompimento de adutora na Compensa alerta para riscos de tubulações expostas no AM

O perigo de uma explosão na tubulação de água em outros bairros de Manaus, vem sendo alertado por A CRÍTICA há mais de cinco anos



1.gif
O risco de vazamentos ou rompimentos em adutoras não se restringe à Zona Oeste. Na avenida Senador Álvaro Maia, os canos estão ‘brotando’ da terra em pleno canteiro central
18/01/2013 às 09:03

O rompimento de uma adutora na rua Flores, bairro Compensa 2, Zona Oeste, que provocou uma enxurrada de lama e levou prejuízos a, aproximadamente, 120 famílias na terça-feira, “acendeu” um alerta para o risco de o mesmo incidente se repetir em outros locais da cidade, onde existem adutoras expostas nas ruas, calçadas e quintais das casas.

O perigo de uma explosão na tubulação de água, por sinal, vem sendo alertado por A CRÍTICA há mais de cinco anos, como é o exemplo da edição de 29 de abril de 2007, quando a matéria “Risco de viver sobre adutoras”, mostrou o risco que corriam vários moradores do bairro Santo Antônio, na Zona Oeste, que viviam sobre duas adutoras, expostas nos terrenos onde foram construídas as casas deles. A reportagem mostrou, já em 2007, que na rua Raul Azevedo, no Santo Antônio, os moradores Cleonice Mota da Silva, 45, e João Mota, 54, tinham receio de caminhar sobre os tubos, com mais de um século.

Cinco anos depois, voltamos ao local e constatamos que pouca coisa mudou. De novo, só a construção de mais imóveis, o que seria normal, se não fossem obras levantadas sobre as duas redes adutoras mais antigas do sistema de distribuição de água de Manaus – cada uma com 500 milímetros.

O bom humor dos irmãos Cleonice e João Mota, personagens da primeira matéria, continua o mesmo, assim como os tubos de aço fundido, instalados há 105 anos, que cortam a frente das casas deles. Moradores da rua Raul Azevedo há 36 anos, eles admitem que já encaravam com normalidade a convivência tão próxima com os condutores de água, até o rompimento da adutora do bairro Compensa, na terça-feira. “Fiquei apavorada quando vi as imagens. Voltei a ficar preocupada com a nossa situação”, confessou Cleonice.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.