Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
Notícias

Roubo de carreta gera prejuízo de mais de R$ 1 milhão

A carreta da empresa LTA transportava TV's de LCD e DVD's da marca Sony, ela foi roubada durante a noite dessa segunda-feira (4). A polícia investiga a possibilidades de foragidos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), estarem envolvidos no roubo



1.jpg Veículo estava com a carga ocupando menos da metade da carreta
05/03/2013 às 10:21

O grupo LTA que presta serviços de transporte para a empresa Sony sofreu prejuízo estimado em um milhão e oitocentos mil reais com o roubo de TV’S de LCD e DVD’s transportados em uma carreta durante a noite dessa segunda-feira (4). A informação é do gerente da empresa no Amazonas, Jamilson Ferreira. Segundo ele, três homens roubaram cerca de 4.700 objetos que tinham como destino o Estado de São Paulo.

Os eletrônicos estavam sendo transportados para o porto Chibatão, quando o motorista do veículo que teve a identidade mantida em sigilo pela polícia foi abordado pelos ladrões que se identificaram como policiais.

Ao ser parado o homem foi rendido e levado ao carro modelo Voyage de cor prata em que estavam os assaltantes, dois deles rodaram pela cidade com a vítima (que foi deixada na feira no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus), enquanto outro desapareceu com a carreta encontrada com a ajuda do GPS na manhã desta terça-feira (5) na Avenida Tucumã, Distrito Industrial II.

O veículo foi encontrado com menos de 10% da carga. O caso foi registrado no 10º Distrito Integrado de Polícia (Dip) e passará a ser investigado também pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), chefiada pelo delegado Orlando Amaral.

De acordo com Amaral, a polícia investiga a possibilidades de foragidos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), estarem envolvidos no roubo.

 *Com informações dos jornalistas Thiago Monteiro e Bruna Souza


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.