Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
Intervenção externa

Rússia ajudou Donald Trump a vencer as eleições norte-americanas, diz CIA

À medida que a campanha presidencial se concluía, o governo russo prestou auxílio ao magnata para vencer a candidata democrata Hillary Clinton



donald_trump.jpg A conclusão da CIA é que o objetivo da Rússia era favorecer um candidato à respeito de outro e ajudar Trump se eleger (Foto: Ap Photo/Sputnik/Greg Allen)
10/12/2016 às 17:08

A agência de inteligência dos Estados Unidos, a CIA, concluiu nesta sexta-feira (9) que a Rússia interveio na eleição presidencial norte-americana de 2016 para ajudar o candidato republicano, Donald Trump, a alcançar a Casa Branca.

De acordo com a agência, foi avaliado que, à medida que a campanha presidencial de 2016 se concluía, o governo russo prestou auxílio ao magnata para vencer a candidata democrata e ex-secretária de Estado, Hillary Clinton.

Segundo publicação do jornal The Washington Post, os agentes secretos dos Estados Unidos descobriram que os hackers russos vazaram os e-mails do Partido Democrata para a organização Wikileaks. "A conclusão da Agência de Inteligência é que o objetivo da Rússia era favorecer um candidato à respeito de outro e ajudar Trump se eleger", disse uma autoridade da CIA ao jornal.

O governo da Rússia negou todas as acusações de interferência na eleição presidencial dos Estados Unidos. No mês de outubro, Washington acusou formalmente a Rússia de uma campanha de ataques cibernéticos contra organizações do Partido Democrata antes de Trump ser eleito.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.