Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Notícias

Sabatina: O povo pergunta para o candidato José Melo

Guindado ao posto de governador após a renúncia de Omar Aziz, José Melo briga pela reeleição este ano. Confira as perguntas feitas ao candidato



1.gif Governador José Melo
01/10/2014 às 09:44

Assista ao vídeo aqui


RAFAEL /DEPENDENTES QUÍMICOS

“Quais são as propostas para as pessoas que sofrem de dependência química? Haverá alguma política de apoio a elas?”

De duas maneiras nosso governo já está atacando esse problema. Em primeiro lugar, construindo escola de tempo integral, para tirar as crianças das ruas, e trazê-las para essas escolas onde elas passam o dia todo tendo atividade de cultura, lazer e esporte. Por outro lado, construímos na estrada que liga Manaus a Rio Preto da Eva (AM-010) um Centro de Reabilitação de Dependentes Químicos. E pretendo no meu próximo governo colocar mais dois centros para que as pessoas do interior também possam ter esse atendimento. Na Policia Militar, também temos vários projetos com o objetivo de redirecionar as crianças, como, por exemplo, o Proerd, o Todos Pela Vida. São programas sociais que abrigam nossas crianças e fazem com que elas não virem presas fáceis para o mundo das drogas.


TEREZINHA DE OLIVEIRA /EDUCAÇÃO

“Gostaria de perguntar ao professor Melo qual a sua proposta de governo para os professores dos municípios?”

Terezinha, não se pode cuidar só da educação do Estado, tem que se cuidar também da educação dos municípios. Quando titulamos os professores do Estado, titulamos também os professores do município. E há dois anos, quando distribuímos notebook para os professores do Estado, distribuímos também para professores da rede municipal. Estou aumentando de 25% para 30% a verba que vou gastar em Educação. Todas nossas políticas voltadas para os professores da rede estadual têm que ser estendidas para os professores municipais. Afinal, Estado e municípios são responsáveis pela construção dos nossos filhos na área de educação.


ERLEILSON BRITO /BENEFÍCIOS A EMPRESAS

“Sobre as empresas que financiam a sua campanha, você assume o compromisso de não beneficiá-las caso seja eleito?”

Meu amigo, as leis brasileiras impõem a questão da isonomia. Não podemos de forma nenhuma excluir ninguém. Então, a licitação é pública, participa quem quer. Seja aquele que participa de campanha política sob forma de doação, seja aqueles que não participam. Na hora da licitação, ele é livre para participar ou não. Não podemos excluir, sob pena dele ir à Justiça e o juiz determinar que seja aplicado o princípio da isonomia que está na Constituição. Além disso, esse mecanismo de licitação sofre fiscalização do Tribunal de Contas da União, do Tribunal de Contas do Estado, do Ministério Público Federal, Estadual e, mais ainda, dos participantes da licitação. Todos que participam ficam de olho, fiscalizando os outros para encontrar um pequeno erro para excluí-los da licitação.


PATRÍCIA SOEIRO /MARCAÇÃO DE CONSULTA

“Melo, hoje nós temos um grande problema com marcação de consulta pelo SUS. O que fazer para reduzir essa espera?”

Patrícia, vou lançar um programa em Manaus que objetiva, se não acabar, reduzir essas filas que existem ainda hoje para acessar os serviços médicos, seja de consultas, seja de cirurgias. Vou pegar cinco grandes hospitais na cidade de Manaus, vou ampliar a capacidade deles, vou colocar mais equipamentos modernos e vou colocar médicos especialistas. Vamos criar nesses hospitais mais 900 leitos. Para que com isso a gente possa reduzir as filas, aumentar a capacidade de consultas especializadas e de exames. E no interior do Estado, eu vou, em 14 polos, também colocar médicos especialistas para que nossos pacientes sejam atendidos lá mesmo e não tenham que vir aqui para Manaus.


JULIANA DA SILVA /ASSALTOS

“Melo, teve essa de você dar férias para os policiais e houve fuga de alguns presos. Eu queria saber o que vai fazer a respeito?”

Juliana, eu preciso dizer que nós fizemos um esforço muito grande na área de Segurança Pública, implantando o Ronda no Bairro, aumentando o número de recursos e o efetivo. Mas ainda há muito a fazer. Quero dizer que vamos aumentar o efetivo de policiais militares fiscalizando essa segurança (nos presídios). E eu proponho para os próximos 4 anos (o programa) Todos Pela Vida. Uma união de todos em torno desse tema Segurança Pública. Quero dizer que cumpri integralmente a decisão do desembargador (Mauro Bessa), que determinou que eu afastasse os dois comandantes da Policia Militar (comandante da Polícia Militar do Amazonas, Eliézio Almeida da Silva, e o subcomandante, Aroldo Ribeiro). E eles ficarão afastados até que se esclareça essa situação.


Perfil do candidato

O governador José Melo tem 67 anos e é graduado em Economia pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Ao longo de três décadas na vida pública, foi secretário estadual de Educação na gestão do ex-governador Amazonino Mendes (PDT) - (1989-1991). Deputado Federal duas vezes e secretário do Interior. Em 2002 foi eleito deputado estadual, e também já presidiu a Sociedade, Portos e Hidrovias da Amazônia (SNPH). Secretário de Governo de Eduardo Braga (de 2003 a 2010) e, em 2010, foi eleito vice-governador de Omar Aziz (PSD), com o apoio de Braga, que hoje faz oposição à administração dele. Em 2014, após a renúncia de Omar para se candidatar ao Senado e Melo assumiu o governo.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.