Publicidade
Cotidiano
SERVIDOR PÚBLICO

Confira o que é necessário para concorrer aos disputados concursos do poder judiciário

No início de julho, o TJAM deu início aos preparativos para a realização de concurso público para ocupação de vagas em nível fundamental, médio e superior do quadro permanente do órgão 22/07/2018 às 09:38 - Atualizado em 22/07/2018 às 09:45
Show foto juiz
Apesar do uso de tecnologias na área jurídica, mão de obra ainda é requisitada. Foto: Agência Brasil
Rebeca Beatriz Manaus (AM)

Se você deseja construir uma carreira de sucesso no ramo judiciário, deve ter um conhecimento prévio da área. É importante buscar informações a respeito das atribuições de cada cargo e ainda analisar acerca das questões salariais e compreender como funcionam os órgãos que abrem vagas para as funções, além de saber como se preparar para a rotina de trabalho.

O juiz aposentado e advogado Aldemiro Dantas conta o que aprendeu ao longo dos anos no exercício da profissão. “Quem entra nessa área precisa ter em mente que como servidor público, irá decidir a vida de muitas pessoas. É preciso um senso de responsabilidade imenso”, comenta.

Futuro

Com o crescimento expressivo da tecnologia, o campo do judiciário passa por reestruturações. Já é possível, por exemplo, que os computadores auxiliem na análise de processos, mas a  mão de obra sempre será requisitada. 

Para o professor e diretor da Central de Concursos, Gabriel Henrique Pinto a área judiciária tem um futuro promissor.

“Embora exista um crescimento significativo na digitalização dos processos, o trabalho humano sempre existirá. Em relação ao juiz, por exemplo, é impossível esperar que um computador faça a análise de um processo e aplique uma sentença, por isso o judiciário continua sendo uma área muito demandada”, afirma.

Cargos e Atribuições

No início de julho, o TJAM deu início aos preparativos para a realização de concurso público para ocupação de vagas em nível fundamental, médio e superior do quadro permanente do órgão, conforme sinaliza o presidente do TJAM, o desembargador Yedo Simões.

“Temos a pretensão de divulgar o edital do concurso ainda neste ano. Iniciamos o trabalho prévio, que envolve o estudo de demanda de profissionais; a realização de atos administrativos preparatórios;  estudo de possíveis, impactos financeiros, entre outros”, diz.

O último concurso do órgão foi em 2013 e abriu vagas para funções como Auxiliar Judiciário, Assistente Judiciário e Analista Judiciário.

Auxiliar Judiciário

Apoio técnico e administrativo. Arquivamento e localização de processos.
Formação: Nível Fundamental.
Salário: De R$ 1.293 a R$ 3.345

Assistente Judiciário 

Elaboração de documentos, atendimento ao público e acompanhamento de processos.
Formação: Nível Médio.
Salário: De R$ 1.425 a R$ 3.407

Analista Judiciário

Atua na parte administrativa, com Recursos Humanos, organização de processos e pode ainda trabalhar diretamente com o juiz.
Formação: Nível Superior.
Salário: R$ 6.787

Concursos

Tribunal Regional Federal da 2ª Região

O quê? Concurso Público destinado ao provimento do cargo de Juiz Federal Substituto.

Onde? Rio de Janeiro e Espírito Santo

Vagas: 10

Inscrições: até 23 de agosto 

Requisito: Bacharel em Direito há pelo menos três anos.

Informações: www10.trf2.jus.br

Ministério Público Estadual da Paraíba

O quê? Concurso para Promotores de Justiça Substitutos na Paraíba.

Inscrições: até   25 de julho

Requisito: Nível superior e experiência de no mínimo três anos na área jurídica. 

Informações: concursosfcc.com.br Requisito: 

Tribunal de Justiça do Amazonas

A previsão é que ainda este ano seja divulgado o edital do concurso do TJ-AM contendo informações a respeito dos cargos que serão oferecidos, a quantidade de vagas e a média salarial.

Publicidade
Publicidade