Publicidade
Cotidiano
Alimentação

Saiba o que comer para deixar os fios de cabelo mais belos no dia a dia

Paula, que tinha pontas duplas e queda, viu os cabelos mais bonitos após mudança de hábitos. Virna viu seus fios maltratados quando ela cortou 100% de gordura alimentar. Essas são apenas algumas histórias de quem garante que a alimentação influencia nas madeixas 30/07/2017 às 15:20 - Atualizado em 31/07/2017 às 16:30
Show vida0430 20f  aumentar lado dir pra titulo
(Foto: Divulgação)
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Hoje, a gastrônoma e nutricionista PaulaBergonci (@tuttisapore) faz uma alimentação balanceada em uma variedade de frutas e hortaliças.Mas nem sempre foi assim.Antes de ter um alimentação saudável, os cabelos da moça eram opacos, com muitas pontas duplas e queda. “Sempre tive cabelos lisos e volumosos,porém,eramsemvida”,complementa.Buscando alimentos que fortalecem a saúde capilar, comoos que são fontes de vitamina A, C, complexo B e minerais como ferro, magnésio e zinco, ela garante: consegue andar nas ruas sem artifícios como escovas, modeladores e chapinhas.

Em sua alimentação de base, ela costuma ingerir também oleaginosas, além de se hidratar bastante e evitar ao extremo o uso de açúcar, refinados como pão branco e alimentos ultraprocessados. Alguns dos alimentos do dia a dia de Bergonci são cenoura, batata doce, cará roxo, laranja, peixes e carnes magras, grãos integrais e folhas verdes em geral. Após mudar os hábitos alimentares, em menos de um mês Paula sentiu a queda capilar começar a diminuir e, em dois meses, notou seus cabelos com vida novamente.

A empreendedora Virna Lisi (@virnalisi_lifestyle) já foi fumante e tinha uma alimentação desregrada, com muita gordura trans. “Meus cabelos eram oleosos na raiz e ressecados na ponta. Um horror. Sem brilho e quebravam muito”, descreve ela. Hoje, sem cigarro e com uma dieta diferente, ela come o máximo de verduras que pode. “Mas na ânsia de querer emagrecer, já cortei 100% a gordura e meus cabelos ficaram fracos. Aprendi que devemos consumir as gorduras vegetais sim, as castanhas diversas, e óleos vegetais como o azeite de oliva”, destaca Virna.

Hoje a empreendedora mantém uma alimentação diversificada e equilibrada, e nota que os cabelos ficaram mais saudáveis: os fios, segundo ela, estão fortes e brilhantes, além de caírem menos. Os resultados foram percebidos por ela em poucas semanas. No dia a dia, Lisi só usa shampoo e condicionador. “Mas de três em três meses procuro um tratamento contra o ressecamento. Gostei de alguns produtos com queratina, outros que continham aloe vera e também os com abacate e outras frutas”, encerra ela.

Fundamentais

Para a médica tricologista Samantha Maia (@drasamanthamaia), está mais do que provado que os cabelos se beneficiam dos nutrientes que ingerimos. “Após ingeridos, os alimentos sofrem digestão, são absorvidos e os nutrientes caem na corrente sanguínea. Através dos vasos, esse sangue chega nos tecidos, inclusive cabelos, levando nutrientes e vitaminas”, explica a médica. Segundo ela, os alimentos mais benéficos para os cabelos são os ricos em vitaminas e minerais. “Alguns exemplos são peixes ricos em ômega 3 e 6; carne vermelha e verduras verdes, ricas em vitamina B12 e ferro; frutas e legumes, ricos em diversas vitaminas como a vitamina C por exemplo; feijão e fígado ricos em ferro; amêndoas ricas em zinco”, afirma ela.

Segundo análise da marca de cosmético capilar Mutari, o carboidrato – tão evitado por muitas mulheres por conta das altas calorias – não pode ser cortado totalmente da dieta, porque, sem ele, os cabelos perdem força e brilho. “Qualquer dieta muito rígida e restritiva pode fazer os cabelos caírem. O nosso organismo tende a preservar a energia e nutrientes, obtidos através da alimentação, para funções vitais como funcionamento do coração, cérebro, pulmões, etc. Os cabelos não são órgãos vitais. Portanto numa restrição alimentar importante, nosso corpo deixará de nutrir os fios para manter órgãos importantes funcionando bem. A dieta deve ser balanceada, com perda progressiva e lenta de peso, para emagrecer com saúde”, destaca a médica.

Ainda conforme Maia, nutrientes como a biotina, ômega 3 e as vitaminas do complexo B são essenciais para um cabelo saudável. A falta destes nutrientes pode gerar queda dos fios. “Porém tudo deve ser usado em quantidades adequadas. O excesso de ômega 3 pode gerar por exemplo aumento de colesterol, o excesso de vitamina B12 causa acne... portanto a utilização de suplementos deve ser feita sob orientação médica”, completa.

Publicidade
Publicidade