Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
TRANQUILIDADE

Especialista dá dicas básicas para evitar incômodos no ouvido em viagens de avião

Fonoaudióloga explica que sensação de ouvido fechado ou tampado é provocada pela pressão, porém, desconforto pode ser minimizado com ações simples. Saiba quais:



VIDA0628-1F.jpg (Foto: Divulgação)
28/01/2018 às 17:14

Com o fim do período de férias, muitas famílias que optaram por viajar nessa época começam a voltar para casa. É nessa hora que acontece um pequeno problema que pode atrapalhar a tranquilidade de quase todas pessoas. As idas e vindas de avião costumam gerar zumbido nos ouvidos de muitos viajantes e para quem utiliza aparelhos auditivos o desconforto pode ser maior. Para não sofrer com este e outros problemas é preciso tomar alguns cuidados.

Para evitar dores no ouvido, é importante a cada pouso e decolagem não deixar de usar os aparelhos, garantido assim o entendimento de todas as orientações dos comissários de bordo.

Motivos

O incômodo nas viagens aéreas ocorre pela rápida mudança de altitude, com o avião em geral atingindo entre 10 e 12 mil metros. “Algumas pessoas podem ter desconforto e uma pressão no ouvido, sensação de ouvido fechado ou tampado. Tudo isso é causado pela mudança rápida de altitude. Recomendamos que seja feito movimento de mastigação, abrindo e fechando a boca. Ou ainda comer uma bala ou chiclete. Isso equaliza a Tuba de Eustáquio e normaliza a pressão dentro do ouvido”, recomenda Isabela Papera, fonoaudióloga da Telex Soluções Auditivas.

Problemas de audição

Uma dica para quem sofre com problemas de audição é escolher um assento na lateral do avião oposto ao seu ouvido com melhor escuta. Por exemplo, se você ouve melhor com o ouvido direito, escolha um assento na janela da fileira esquerda; assim você pode escutar melhor as recomendações e serviços da companhia área. Quando possível, escolha assentos longe dos motores do avião, onde há mais ruído.

“Um cuidado muito importante para os viajantes que utilizam aparelhos auditivos é não esquecer de levar seu desumidificador e de colocar seu aparelho nele durante a noite, garantindo assim uma boa vida útil ao equipamento. Leve sempre um estoque de pilhas em mais de uma bolsa para garantir que, mesmo que alguma se perca, você possa continuar ouvindo bem durante todo o dia”, aconselha Isabela.

 Crianças em alerta

De acordo com a fonoaudióloga Isabela Papera, as crianças são mais sensíveis a essas mudanças de pressão e, podem sentir mais desconforto que os adultos. “A recomendação é orientar que a criança realize esse mesmo procedimento, ou ainda oferecer um lanche, uma bebida para que normalize a situação. No caso dos bebês, recomendamos que os pais ofereçam o aleitamento materno ou não, para melhorar essa condição”, afirma a especialista.

Reduzindo o problema

Durante o vôo, é recomendado também fazer movimentos de bocejar, engolir ou mastigar para que a Trompa de Eustáquio se abra e feche, mantendo assim o equilíbrio da pressão do ar entre os dois lados da membrana do tímpano, aliviando o zumbido e o incômodo.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.