Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
CONTRA HIV

Saúde incorpora ao SUS comprimidos do antirretroviral Etravirina de 200 mg

Remédio é usado para tratamento da infecção por HIV. Até então, só era disponível o de 100 mg para tomada diária de dois comprimidos



sus_vale_esta.jpg Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Uma portaria do Ministério da Saúde publicada hoje (14) no Diário Oficial da União tornou pública a decisão de incorporar comprimidos de 200 mg do antirretroviral Etravirina para o tratamento da infecção pelo HIV no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em reunião no dia 2 de fevereiro, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) deliberou, por unanimidade, recomendar a incorporação do medicamento de 200 mg (Etravirina) para esse tipo de tratamento.



De acordo com o órgão, atualmente, encontra-se disponível na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais apenas a apresentação de 100 mg do antirretroviral para uma tomada diária de dois comprimidos. Dados da comissão indicam que, em junho de 2016, cerca de 2.200 pacientes utilizavam a Etravirina em seu esquema terapêutico.

“A apresentação Etravirina 200 mg reduzirá o número de comprimidos ingeridos diariamente, em combinação com outros antirretrovirais que compõem seu regime terapêutico. A comodidade posológica contribui para adesão ao tratamento”, destacou a Conitec.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.