Publicidade
Cotidiano
RECURSOS

Sead inicia reuniões com órgãos para discutir gastos no Festival de Parintins

Tratativas iniciaram com a Polícia Militar por ser a entidade que envolve o maior número de servidores. Planejamento de custos deve ser encerrado até o dia 28 de maio 05/05/2018 às 16:03
Show sead
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

A Secretaria de Administração e Gestão (Sead) iniciou ontem (4) reuniões com órgãos públicos para acertar os gastos no Festival Folclórico de Parintins, que acontece nos dias 29, 30 e 1º de julho.

Por ser a entidade que envolve a maior quantidade de servidores na operação, a Polícia Militar iniciou as tratativas para compor a previsão de gastos do Governo do Estado com combustíveis, passagens e diárias.

Pela previsão apresentada pelo Comandante Geral da PM, Cel David Brandão, à Secretária da Sead, Angela Bulbol de Lima, serão mobilizados 419 homens que deverão começar a atuar já no início da semana do festival.

“Este ano, estamos trabalhando com três características diferentes de outros anos que são a realização da copa do Mundo, o período eleitoral e a comemoração dos 30 anos do Bumbódromo, que devem ser fatores consideráveis para o aumento de pessoas na cidade”, explicou o comandante.

A equipe de oficiais mostrou, entre outros números, que o deslocamento da tropa para Parintins vai exigir, por exemplo, cerca de 4,5 mil litros de gasolina, 4 mil diárias a serem pagas aos policiais e um gasto aproximado de R$ 180 mil com o aluguel de balsas e barcos para transportar a tropa, viaturas e equipamentos. Como responsável pelo controle de todo gasto público nessas áreas, a Sead vai reunir, até o fim da primeira quinzena deste mês com os demais órgãos e secretarias que devem realizar ações em Parintins, no festival.

“A Sead é o elemento facilitador. A gente quer criar condições para que todas as secretarias façam seus respectivos trabalhos e a gente não trabalhe em regime de emergência, ou seja, deixando para última hora”, disse Bulbol.

Além de organizar os gastos públicos com a Operação Parintins, o órgão informou que também vai atuar na consultoria administrativa apresentando uma série de sugestões práticas para que os trâmites operacionais sejam o mais eficientes e ágeis, começando agora a organizar a liberação das diárias para os servidores de Manaus que vão estar em Parintins a serviço. A previsão é de que todo o planejamento de gastos com o Festival esteja pronto até o dia 28 de maio, praticamente, um mês antes do início da festa.

Publicidade
Publicidade