Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
MEDIDAS

Secretário de Saúde explicará medidas na Assembleia Legislativa do Estado

Convite partiu de deputados da base aliada do governo. Visita está marcada para próxima terça-feira



1087036.JPG Líder do governo na ALE-AM, deputado Davi Almeida, afirma que Estado é o segundo que mais investe em Saúde (Divulgação)
25/05/2016 às 09:29

Na próxima terça-feira (31), o secretário de Estado da Saúde, Pedro Elias, e todo o staff da secretaria estarão na Assembleia Legislativa do Estado (ALE–AM) para explicar aos parlamentares as medidas anunciadas recentemente pelo governador José Melo visando contenção de despesas, como o reordenamento no sistema de Saúde e corte no patrocínio de eventos culturais.

No reordenamento da Saúde, serão extintos os Centros de Atenção Integral à Criança (Caics), Centros de Atenção à Melhor Idade (Caimis), e quatro dos dez Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) serão transformados em Unidades Básicas de Saúde (UBS).

O líder do governo na Assembleia, deputado estadual Davi Almeida (PSD) - autor do convite ao secretário, juntamente com os demais parlamentares da base aliada - , argumentou que as medidas, apesar de duras, são necessárias. Ele ressaltou que o Ministério da Saúde preconiza que haja um SPA para cada 300 mil habitantes, sendo que o Estado do Amazonas mantém dez unidades, proporcionalmente, muito mais do que o ministério orienta.

“Outro ponto, é que o Amazonas é o segundo Estado que mais investe em Saúde, logo depois do Tocantins”, disse o deputado, ressaltando que o cuidado com a Saúde não deixará de ser uma prioridade para o governo.

Além disso, continua o parlamentar, o modelo defendido pelo Ministério da Saúde tem foco no atendimento familiar. “Enquanto no Amazonas, uma unidade atende crianças, outra atende idosos, e uma outra vai atender as mulheres. A senhora que ia ao Caic não podia ser atendida porque era só de criança por exemplo. Agora, todos são atendidos nas unidades”, ponderou.

Ontem, o assunto foi alvo de críticas por parte de deputados da oposição na ALE-AM. O deputado Luiz Castro (Rede), juntamente com o movimento social de defesa dos direitos da criança e do adolescente, com o Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) e com o Fórum Amazonense de Saúde Mental, ingressam hoje (25), às 9h30, com representação no Ministério Público Federal (MPF) contra as medidas referentes à saúde.

Blog: Waldemir José, vereador (PT)

“Essa medida é um absurdo. O atendimento à criança o ao idoso é um dos poucos acertos que governos estaduais anteriores fizeram. O hospital Cardozo Fonte é referência no tratamento de tuberculose e o Amazonas tem o segundo maior índice de tuberculose no país. Essa medida é um erro grave. O Governo do Estado tocou numa área que não deveria ser modificada”, disse o parlamentar da oposição, que, juntamente com o deputado José Ricardo (PT) entrou com representação junto Ministério Público do Estado (MPE) e Ministério Público Federal (MPF).

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.