Terça-feira, 21 de Maio de 2019
Notícias

Secretários deixam governo para disputar eleições para prefeitos no interior do Amazonas

O secretário de Produção Rural (Sepror), Sidney Leite (Pros) é pré-candidato à prefeitura de Maués, Miberval Ferreira (PSD), presidente da ADS, vai concorrer à prefeitura de Carauari, e Leonel Feitoza (PSD), presidente do Detran–AM, é pré-candidato em Iranduba



1.png
Miberwal Ferreira, presidente da SDS, vai disputar a prefeitura de Carauari. Sidney Leite deixará o comando da Sepror para disputar a prefeitura de Maués e Leonel Feitoza, diretor do Detran-AM, quer ser prefeito de Iranduba
05/01/2016 às 20:28

Até o dia 2 de abril pelo menos três secretários estaduais vão deixar o Governo Melo para disputar a eleição nas prefeituras do interior. O secretário de Produção Rural (Sepror), Sidney Leite (Pros) é pré-candidato à prefeitura de Maués, Miberval Ferreira (PSD), presidente da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), vai concorrer à prefeitura de Carauari, e Leonel Feitoza (PSD), presidente do Detran–AM, é pré-candidato em Iranduba.

Sidney Leite, à frente da Sepror desde 17 de março de 2015, era o líder do governo na ALE-AM. Licenciado do cargo de deputado, o secretário já foi vice-prefeito e três vezes prefeito de Maués (a 267 quilômetros de Manaus), além de comandar secretarias no município de Manaus e do Estado.

“Eu vou conversar com o governador (José Melo). Pretendo ter essa conversa na primeira quinzena agora de janeiro. Se eu for concorrer, será para o meu quarto mandato de prefeito de Maués, meu domicílio eleitoral é lá”, explicou o titular da Sepror.

Responsável pela Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) desde abril de 2014, Miberval Ferreira Jucá (PSD) também deve deixar o staff de Melo. O gestor almeja concorrer à prefeitura de Carauari (a 702 quilômetros de Manaus).

“Já fui vice-prefeito em Carauari (1989 a 1992) e pretendo concorrer agora à Prefeitura. Sou natural de lá. Ainda não conversei com o chefe (José Melo), mas vou esperar ele me chamar. Só irei concorrer com a autorização do governador. Tenho toda uma experiência de gestão administrativa financeira, isso vai me ajudar na campanha”, disse Miberval.

O terceiro nome que deve deixar o secretariado de Melo até o mês de abril é do presidente do Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Leonel Feitoza. Antes de chegar ao Detran-AM, Feitoza venceu seis eleições para a Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Apesar de declarar que, no momento, está “concentrado no trabalho realizado no Detran”, Leonel afirmou, em entrevista ao A CRÍTICA,  que “na política, tudo é possível”.

“Qualquer eleição é eleição. Mas, assim, não tenho pretensão nesse momento. Tenho até o dia 2 de abril, mas gosto muito do meu trabalho aqui (no Detran), questões eleitorais vou deixar para discutir depois do Carnaval ou finalzinho de março. Na CMM eu tive seis mandatos, caso eu concorra para prefeito em Iranduba será a primeira vez”, disse.

Leonel transferiu o domicílio eleitoral dele para o município. “Em Iranduba eu tenho laços familiares, pois meu irmão foi juiz lá, a família da minha esposa tem muitas terras por lá, e ele é um município que está crescendo muito, o que falta em Iranduba é gestão realmente, você trabalhar com coerência, com honestidade, com decência. A população não pode pagar pelo erros dos administradores que passaram por lá. Mas essa é uma questão que não depende apenas de mim, tenho que conversar com o governador Melo e com o senador Omar Aziz”, concluiu.

Mandato com campanha

Dos 24 deputados da ALE-AM, pelo menos nove figuram como pré-candidatos. Alguns já verbalizaram a intenção. É o caso dos deputados Bi Garcia (PSDB), pré-candidato à Prefeitura de Parintins; Sabá Reis (PR), pré-candidato à Prefeitura de Autazes; Vicente Lopes (PMDB), pré-candidato à Prefeitura de Presidente Figueiredo; e Luiz Castro (Rede), pré-candidato à Prefeitura de Manaus.

De acordo com Bi Garcia, duas vezes prefeito de Parintins, seu nome está à disposição do PSDB e já adiantou que irá conciliar a campanha com o mandato. “Acredito que a atuação na ALE vai contribuir para melhorar a avaliação junto ao povo”, afirmou.

Sabá Reis (PR) segue o mesmo raciocínio.  “Trabalharei normalmente, como sempre fiz, na ALE-AM, e nos finais de semana farei o meu trabalho em Autazes”, garantiu.

Vicente Lopes (PMDB, que concorre em Presidente Figueiredo, está em seu sexto mandato na ALE-AM. “Fui o deputado mais bem votado nas duas últimas eleições”, ressalta.

Deputados na disputa

Em nota, o deputado Francisco Souza (PSC), que nos bastidores figura como possível candidato à prefeitura de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus), negou a informação.

“Não serei candidato a prefeito de Iranduba nas eleições deste ano. Inclusive, já transferi meu domicílio eleitoral para Manaus”, declarou o deputado Francisco Souza, que já tentou se eleger em duas eleições para a Prefeitura de Iranduba, mas foi derrotado.

O deputado Cabo Maciel (PR), segundo informação de colegas de parlamento, estaria refletindo se concorreria em Itacoatiara (a 170 quilômetros de Manaus) ou Urucurituba (a 212 quilômetros de Manaus). A reportagem tentou entrar em contato com Maciel através do telefone 991xxxx83, mas não foi atendida.

Os deputados Serafim Correa (PSB), José Ricardo (PT) e a deputada Alessandra Campelo (PCdoB) são cotados para representarem suas respectivas siglas na eleição para a Prefeitura de Manaus.

Saiba mais

Candidato em Coari

O engenheiro Gilberto Alves de Deus, que deixou, em outubro de 2014, o cargo de secretário de Estado de Infraestrutura (Seinfra), alegando irregularidades que vão desde má execução até contratos milionários sem a execução dos trabalhos, anunciou que irá concorrer em 2016 para a Prefeitura de Coari (a 370 quilômetros de Manaus). Quando deixou a Seinfra, Gilberto de Deus alegou ter levado os problemas da pasta ao governador Melo e sugeriu o cancelamento dos contratos, mas não foi atendido, o que o levou a deixar o cargo.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.