Domingo, 21 de Abril de 2019
publicidade
WhatsApp_Image_2019-03-16_at_14.24.11_D45BF87E-2D6A-4EE6-8E25-889F621115D1.jpeg
publicidade
publicidade

EM ALERTA

Seduc quer controle de entrada em escolas e SSP fala em adaptar app Aviso Polícia

Após massacre em Suzano e incidente no IEA, secretarias e Comissão da Aleam discutiram, neste sábado (16), reforço nas medidas de prevenção e segurança para colégios de Manaus


16/03/2019 às 15:54

Estabelecer um controle de entrada nas escolas é uma das medidas em pauta na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para evitar novas ameaças de violência dentro das escolas de Manaus. Neste sábado (16), representantes da pasta se reuniram com autoridades do sistema de Segurança Pública e da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na Sede do Governo, na Zona Oeste, para discutir o reforço nas medidas de prevenção e segurança em unidades de ensino.

Outro ponto citado pelo secretário estadual de Educação, Luiz Castro, é a identificação de casos de bullying por meio de câmeras de monitoramento, o que, para ele, ajudaria na prevenção contra violência.

A reunião aconteceu três dias após o massacre em Suzano, e depois que um aluno do Instituto de Educação do Amazonas (IEA) usou as redes sociais para assustar colegas com a ameaça de um ataque.

“Nós entendemos que houve episódios semelhantes em todo o Brasil e o que precisamos agora é acalmar os ânimos e entender que são excepcionalíssimos. Precisamos cuidar da segurança como um todo, porque nós temos também problemas, furtos nas escolas, e com isso temos muitos prejuízos financeiros e prejuízos pedagógicos”, afirmou Castro.

De acordo com o secretário a proposta da Seduc é fazer um trabalho preventivo amplo com o auxilio da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

“A reunião visa estreitar a relação e aperfeiçoar nossos mecanismos. Queremos trabalhar a prevenção de forma a ampliar nossas equipes de atendimento psicológico e ao mesmo tempo, conectar melhor a nossa área de segurança interna da Seduc e agentes de portarias. Temos o Sistema Escolar Integrado de Vigilância do Amazonas (Seivam), que é um sistema de câmeras de monitoramento compartilhado entre SSP e Seduc e precisamos aprimorar isso”, explicou.

Para a prevenção, o reforço será no trabalho de monitoramento das psicólogas e pedagogas que atuam nas Coordenadorias Distritais da Seduc-AM. Na reunião, ficou alinhado que as informações de casos que representem perigos serão repassadas para a inteligência da SSP-AM.

O secretário executivo da SSP-AM, coronel Anézio Paiva, destacou as ferramentas de inteligência que passam desde o acompanhamento de redes sociais quanto ao monitoramento de câmeras próximas as escolas para monitorar possíveis ameaças.

“Hoje conseguimos linkar câmeras particulares com o sistema do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) para, por exemplo, monitorarmos o acesso às escolas. Além disso, podemos adequar o aplicativo Aviso Polícia - que é um botão de pânico - a realidade escolar e divulgar o 181, disque-denúncia da Segurança Pública, para os estudantes e gestores. Vamos interagir para criarmos soluções para uma escola segura e cidadã", lembrou o secretário

Presidente da Comissão de Educação da Aleam, a deputada estadual Therezinha Ruiz (PSDB), se colocou à disposição para colaborar no quesito legislativo, se necessário. Além disso, segundo a deputada, há necessidade de uma campanha informativa sobre o combate ao bullying e demais tipos de violência no ambiente escolar.

Projetos da PM

Atualmente, a Polícia Militar do Amazonas implementa projetos voltados a segurança da comunidade escolar como o Ronda Escolar e Escola Segura e Cidadã.

“Esse último projeto implementamos na Zona Norte por conta dos altos índices de violência próximo das escolas. Dentro do planejamento, os policiais militares participam de instruções e orientações com os alunos e isso tem nos aproximado. Foi possível detectar algumas situações de vulnerabilidade social das crianças e encaminhamos esses problemas para os demais órgãos do governo”, explicou  o comandante de Policiamento Metropolitano (CPM), coronel PM Jorge Alves.

*Com colaboração de Karol Rocha.

publicidade
publicidade
Greve dos professores será marcada por protestos em Manaus nesta segunda (22)
Ex-Flamengo, Junior Baiano fala sobre o atual momento do rubro-negro carioca
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.