Domingo, 13 de Outubro de 2019
Notícias

Segmento de joias no AM encara desafios e faz apostas para 2015

Contrariando o cenário econômico, o gosto de manauaras por joias de luxo deve movimentar o segmento em 2015. Empresários locais apostam em expansão de 10%



1.gif A empresária Jaqueline Chagas aposta em um leque de novidades, que vai da joia simples à mais ousada, e também no bom atendimento aos clientes
08/02/2015 às 14:39

Não é novidade que o cenário econômico do Brasil está instável e compromete, de forma significativa, a vida do cidadão e também do empresário, independente do segmento de qualquer segmento.

O desafio de 2015, para a classe empresarial, consiste em, justamente, conseguir driblar a crise e ainda registrar um crescimento expressivo.

Esta é a postura dos empresários do segmento de joias em Manaus. Apostando em linhas casuais, inovadoras e na conquista da clientela, eles esperam crescer em torno de 10% esse ano. E avisam: a despeito da “tempestade” econômica, o mercado manauara ainda tem muito a crescer nos próximos anos.

A empresária Jaqueline Chagas, que há vinte anos comanda a marca de mesmo nome na cidade, já fez suas apostas.

Joias mais neutras, voltadas para o uso diário, uma linha de joias para noivas exclusiva e peças com formatos ousados são algumas das ‘munições’ destacadas pela empresária. “Não gosto de dizer que o cenário é difícil e sim que o mercado está desafiador esse ano. Quem quiser prosperar terá que surpreender a clientela”, avalia.

Para aumentar esse efeito em sua carteira de clientes, a loja, localizada no Manauara Shopping, preza também pelo atendimento e exclusividade. “Não basta ter o que o cliente procura. É preciso mais. Na loja primamos por atender bem e principalmente por criar uma relação duradoura com nossos clientes. Tem dado certo e em 2015 não será diferente”, enfatiza.

Mercado

Para o embaixador da H.Stern, Christian Hallot, a crise não assusta, principalmente em mercados considerados emergentes como o de Manaus. “De toda a região Norte, duas cidades têm se mostrado com fôlego: Manaus e Belém. O polo industrial continua atraindo pessoas de fora e a manauara, em si, é antenada, aprecia e reconhece a qualidade dos produtos”, avalia.

Quanto à economia, independente da situação, a ordem é motivar as equipes a venderem sempre um pouco mais em relação ao ano anterior. “Uma boa comunicação e um atendimento de excelência estão entre as estratégias”.

Sobre as novidades, o embaixador da marca não revela muito, mais diz que a coleção das estrelas - joias com a tradicional estrela de oito pontas estará presente no portifólio da marca, além de outras surpresas em função do aniversário de 70 anos da H.Stern.

Tendências do segmento

O segmento de semijoias também prepara novidades e aposta em tendências para conquistar a clientela em 2015 Há mais de 20 anos, as lojas do designer italiano Fabrizio Giannone oferecem semijoias exclusivas ao publico feminino brasileiro. As manauras também têm uma unidade da loja à sua disposição e por isso, o designer já fez suas apostas para esse ano, de forma a agradar a clientela local. não é diferente.

“Para a coleção outono/ inverno 2015 buscamos inspiração nas pinturas corporais indígenas para o desenvolvimento da linha étnica. Releituras de peças clássicas, como pulseiras e colares com tema “animal”, também estão entre as nossas principais apostas para o ano, além, é claro, dos maxi colares e pulseiras, que já são marca registrada da Fabrizio Giannone”, conta.

Segundo ele, a marca também dará continuidade aos desenhos de anéis, brincos e colares com base na geometria estudada por Platão, Leonardo Da Vince e Fibonacci.

Entre as tendências, ele destaca as peças em banho ródio negro, por trazer jovialidade aos produtos. “Também apostamos nos temas “animal”; “futurista” (produtos em drusa furta-cor); e “fun” (peças coloridas).

Expansão

De acordo com Giannone, independente do quadro que se desenha para o futuro da política econômica brasileira, o segmento de joias e semijoias é um mercado em plena expansão no País e, sobretudo na Região Norte. “Para se ter uma ideia, a unidade da Fabrizio Giannone se beneficiou no último semestre de 2014 com o crescimento de 122% em Manaus, contrariando as expectativas do cenário atual”, aponta.

Segundo ele, o plano de expansão para 2015 está direcionado para o mercado Europeu e América do Norte, com a previsão para abertura de 3 novas lojas. “Ainda assim, no o mercado nacional, o foco será potencializar as regiões, principalmente a praça de Manaus, que é muito importante para a marca”, finaliza.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.