Publicidade
Cotidiano
Jogos eletrônicos

Jogar videogame é visto por pais como uma possibilidade de profissão para os filhos

O que antes era visto como algo que viciava pelos pais, hoje é visto como uma futura profissão de sucesso do filho que não quer mais brincar na rua e mergulha no mundo digital com jogos eletrônicos 17/07/2016 às 22:35 - Atualizado em 18/07/2016 às 00:04
Show game no plaza
Welligton Júnior, 11 anos, com o pai Welligton, no Plaza Games Play (Evandro Seixas)
Silane Souza Manaus (AM)

Foi-se o tempo que jogar videogame era coisa de criança que não queria saber muito dos estudos. Essa nova geração, que gosta de jogos eletrônicos, busca interação social, ser mais ativa e ganhar muito, mais muito, dinheiro com isso, o que é possível, tendo em vista que o mercado de games movimenta bilhões por ano em todo o mundo. O que antes era visto como algo que viciava pelos pais, hoje é visto como uma futura profissão de sucesso do filho que não quer mais brincar na rua e mergulha no mundo digital.

O estudante Welligton Monteiro Júnior, 11, começou a jogar videogame aos quatro anos de idade após os amigos o ensinarem, já que ele só ficava olhando e aperreando para brincar também com eles. “Em dois meses eu sabia jogar todos os jogos”, comentou. Deste então, o garoto prefere os jogos eletrônicos a brincadeiras de rua. “Prefiro videogame porque fico mais ativo e quando tu fica na rua não aprende nada”, acredita.

E o pequeno tem total apoio do pai, o empresário Welligton Monteiro, 43, que acredita que o mundo digital o torna mais proativo e o deixa com a mente mais aberta. “Na geração passada, as pessoas diziam que o videogame viciava, mas hoje o vício está nas ruas. É melhor ele está no evento desses que é superbacana, divertido com a alegria que a juventude precisa do que na rua onde pode fazer algo que não seja bom para o futuro dele. Fora que, as pessoas hoje em dia estão ganhando dinheiro com os jogos”, destacou. 

O evento que o empresário se referiu é o “Plaza Game Play”, que está sendo realizado no Manaus Plaza Shopping, na Zona Centro-Sul. A primeira edição, dedicada aos apreciadores de jogos dos mais variados estilos, de todas as idades e gerações, começou no último sábado e segue até o dia 30, sempre de 10h às 22h, com entrada e participação gratuitas. “São diversas atrações que impressionam desde entusiastas e nostálgicos de games até os verdadeiros geeks”, destacou a gerente de marketing do Mall, Luciana Carvalho. 

A universitária, Larissa Rodrigues, 26, é outra apaixonada por games. Ela não abre mão de ir a eventos que mostram a evolução dos jogos eletrônicos e também gosta daqueles como o Anime Jungle Party que, dentre outras coisas, reúne diversos cosplay – pessoas que se fantasiam de personagens de filmes, séries, animes, desenho entre outros.

“Tem muita coisa que me interessa bastante no mundo dos games. Gosto desde os cosplay aos jogos dos mais antigos até os mais avançados. Mas o que me motiva a gostar disso é a interação que isso nos proporciona apesar de muita gente achar que não há nenhuma interação entre os jovens que gostam de tecnologia. Com essa parte de ter a internet interligada conseguimos fazer muita coisa”, salientou.

 Larissa Rodrigues (da esquerda para à direita) não abre mão de ir a eventos que mostram a evolução dos jogos eletrônicos 

Mercado de jogos

Para o universitário Max Mateus Santos de Castro, 19, o videogame deixou de ser uma simples brincadeira de criança e, atualmente, faz parte da vida de todo mundo porque ganhou e está ganhando cada vez mais espaço na poderosa e bilionária indústria do entretenimento. A vista disso, deveria haver mais eventos do gênero na capital para os amantes de tecnologia.

Estrutura conta com  5  arenas

A estrutura montada para o “Plaza Game Play” conta com cinco arenas, as quais estão localizadas em pontos estratégicos divididos por segmento de games e campeonatos.  Ela inicia pelo estacionamento no subsolo do Manaus Plana Shopping com a Arena Futebol Digital, onde são realizadas as competições com os jogos Pro Evolution Soccer “PES” e os jogos da FIFA, no formato Play Station 2, 3 e 4. 

No primeiro piso, estão às arenas Emotion Classics, onde os pais podem interagir e relembrar os games com os pequenos, e a Retrô Games, formada por Boxtruns composta por oito televisores e oito videogames onde é montada uma sequência de consoles com os principais jogos de luta no formato Action que são jogos de estilo Mortal Kombat, King Of Fighters, Street Fighter, Call of Dut, corrida e de estratégias. Na Praça de Alimentação, está o Palco JustDance, no qual os participantes tem que imitar os mesmo movimentos de dançarinos virtuais para alcançar a melhor pontuação.

Publicidade
Publicidade