Publicidade
Cotidiano
Notícias

Segundo dados do IBGE, práticas integrativas e complementares são mais utilizadas no Norte

Os tratamentos mais utilizados foram acupuntura, homeopatia, uso de plantas medicinais e fitoterapia. Ao todo, 5,9% da população do Norte faz uso desta prática 02/06/2015 às 16:23
Show 1
Esse uso foi identificado em proporções maiores nas regiões Norte (5,9%) e Sul (5,2%) e oscilou em torno da média nacional nas demais regiões
Acritica.com Manaus (AM)

Nesta terça-feira, 2, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) liberou alguns dados de pesquisas referentes ao Amazonas. Um dos estudos constatou que 3,8 milhões de pessoas residentes no Estado, 4,4% (ou 160 mil) da população, utilizam alguma prática integrativa e complementar - tratamentos como acupuntura, homeopatia, uso de plantas medicinais e fitoterapia, dentre outros.

Esse uso foi identificado em proporções maiores nas regiões Norte (5,9%) e Sul (5,2%) e oscilou em torno da média nacional nas demais regiões. O Amazonas ficou em 9º lugar e o Pará em 5º nessa prática. A população que mais faz uso destes métodos é de Rondônia (16,8%).

Os grupos de pessoas de 40 a 59 anos (5,9%) e de 60 anos ou mais de idade (7,4%) apresentaram maiores proporções de uso de prática integrativa e complementar. A proporção de pessoas com nível superior completo que fizeram uso desta prática (7,2%) foi maior do que nos demais níveis de instrução.

Publicidade
Publicidade