Publicidade
Cotidiano
Notícias

Segurança Pública do Amazonas anuncia plano integrado para atuar em manifestações

O assunto foi tema de reunião nesta quinta-feira (12) com a participação de órgãos dos governos estadual, municipal e federal 12/03/2015 às 16:04
Show 1
Segundo Fontes, o planejamento em todas as áreas será colocado em prática
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O Sistema de Segurança Pública do Amazonas informa que elaborou um plano integrado para ser empregado durante as manifestações que estão sendo articuladas para ocorrer em Manaus nos próximos dias. O objetivo é garantir a ordem pública e a integridade da sociedade em geral e patrimônio durante os movimentos.

O assunto foi tema de reunião nesta quinta-feira (12) com a participação de órgãos dos governos estadual, municipal e federal, que irão atuar, em caso de necessidade, em ações de policiamento ostensivo, inteligência, mobilidade urbana, trânsito e atendimentos emergenciais de saúde e socorro.

A partir desta quinta-feira, será ativado o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) com a participação de todos os órgãos envolvidos na operação, dentre eles: Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Detran-AM, e demais órgãos da estrutura da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Também participam órgãos municipais como Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM), Manaustrans e Samu, e órgãos federais: Polícia Federal e Agência Brasileira de Inteligência (Abin).De acordo com o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, o planejamento em todas as áreas será colocado em

prática conforme a necessidade e a dimensão das manifestações. “Esperamos que todos os movimentos sejam pacíficos para evitar qualquer tipo de conflito que comprometa a integridade física das pessoas. Entendemos os movimentos como democráticos, mas as forças do Estado estarão a postos para atuar em qualquer situação”, destacou.

A Polícia Civil irá reforçar o efetivo dos Distritos Integrados de Polícia (DIPs) nas proximidades dos locais de grande concentração como o Centro de Manaus. O delegado-geral da Polícia Civil, Orlando Amaral, ressaltou que a instituição irá atuar no sentido de apurar os possíveis crimes que possam ser registrados durante os movimentos. “O Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA) também ficará a postos para atuar conforme a necessidade”, disse Orlando.=

A Polícia Militar mantém de sobreaviso todos os comandos da capital: de Policiamento Metropolitano, de Policiamento Ambiental e  de Policiamento Especial, que coordena as forças especiais, dentre elas o Batalhão de Choque, Cavalaria e Ronda Ostensiva Candido Mariano (Rocam).

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Gilberto Gouvêa, o policiamento será mantido nos locais das manifestações e adjacências, como forma de conter qualquer tipo de violência que possa ocorrer. “Vamos assegurar e proteger o direito de todos os presentes e ainda proteger o patrimônio público e privado, além de zelar pela integridade física dos participantes”, disse. O Corpo de Bombeiros irá acompanhar todo o trajeto das manifestações com viaturas de combate a incêndios e salvamentos.

Orientações 

Como em todos os eventos de grande concentração de público, a SSP-AM orienta evitar levar crianças, objetos de valores, como bolsas, notebooks e celulares, e ainda ter atenção em qualquer início de conflito violento. “O cidadão que perceber qualquer tipo de ação violenta deve informar a autoridade policial mais próxima e principalmente se afastar do local”, destacou o secretário Sérgio Fontes.

Publicidade
Publicidade