Publicidade
Cotidiano
CELEBRAÇÃO

Sejusc comemora abolição da escravatura no Amazonas com programação especial

Com o tema ‘Racismo é crime – Diálogos sobre a Abolição da Escravatura – Mitos e Verdades’ a Sejusc, promoverá uma reflexão sobre as especificidades da ruptura do escravagismo no AM 10/07/2017 às 05:00
Show 0
acritica.com

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) realiza programação especial de 10 a 13 de julho pela passagem do dia da Abolição da Escravatura no Amazonas, comemorado no dia 10 deste mês. A abertura será às 14h, no auditório do Palacete Provincial localizado na praça Heliodoro Balbi, Centro, zona sul de Manaus.

Com o tema “Racismo é crime – Diálogos sobre a  Abolição da Escravatura – Mitos e Verdades” a Sejusc, com o apoio da Secretaria de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), da Secretaria de Cultura (SEC) e Secretaria Municipal de Educação (Semed), promoverá uma reflexão sobre as especificidades da ruptura do escravagismo no Estado e o preconceito.

Serão realizadas diversas atividades que incluem exposições, palestras, painéis, apresentação teatral, pedágio educativo, encerrando com um "aulão" sobre o tema. O movimento negro do Amazonas vai participar ativamente de toda a programação como expositor, painelista e debatedor das questões da negritude no Amazonas.

 “É uma data que ainda é desconhecida por muitos amazonenses, mas reconhecida historicamente e de fundamental importância, pois trata de um tema ligado ao preconceito e à discriminação, ainda tão praticados atualmente. Nosso público-alvo são os estudantes da rede pública de ensino, mas todos os segmentos da sociedade devem ser informados e sensibilizados sobre essa questão”, enfatizou a secretária da Sejusc, Graça Prola.

Pedágio educativo

Como parte da programação, a Sejusc e instituições parceiras vão realizar no dia 13 de julho, o “Pedágio Educativo: Racismo é Crime!” na Avenida Djalma Batista, em frente ao Posto 700. Haverá "apitaço" e distribuição de material informativo. “O objetivo é chamar a atenção da população sobre o tema e enfatizar que racismo é crime!” lembra Prola.

O encerramento da programação será no dia 14, às 14h no Largo São Sebastião, no Centro, zona sul, com a realização de um "aulão" sobre a Abolição da Escravatura para estudantes de escolas da zona sul. “Ao final da aula haverá uma exposição dos alunos sobre o que debatido no 'aulão'”, explica Prola.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade