Publicidade
Cotidiano
Notícias

Seleção para mototáxi deve acontecer somente no primeiro semestre de 2014, prevê SMTU

Licitação para o transporte de duas rodas ocorrerá em dezembro, após discussão em audiência pública 05/11/2013 às 07:45
Show 1
Manaus possui atualmente cerca de 15 mil mototaxistas; desses, apenas 3.296 poderão circular legalmente com permissão do município
Florêncio Mesquita Manaus, AM

A escolha dos 3.296 mototaxistas que poderão atuar legalmente no transporte de passageiros em Manaus ficará para o primeiro semestre de 2014. A licitação para a modalidade de transporte será lançada até dezembro deste ano, segundo prevê a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), responsável pelo processo, mas a análise individual das propostas apresentadas só deve ser concluída no próximo ano, devido a grande demanda esperada.

A prévia do projeto base da licitação será apresentada em uma audiência pública no próximo dia 14, às 9h, na sede Prefeitura de Manaus. Após a audiência, a SMTU ajustará o projeto e deve publicar o edital de licitação em 15 úteis.

A audiência é a última etapa para finalizar as exigências que nortearão a licitação. Ela servirá para que a população e os próprios mototaxistas apresentem sugestões para o processo.

Pelo menos, 12 mil mototaxistas ficarão de fora da modalidade de transporte, uma vez que, existem aproximadamente 15 mil atuando na cidade, segundo estimativa das entidades que representam a categoria. Após publicação do edital, todos eles terão que pleitear individualmente uma das três mil concessões.

Embora a SMTU comece a receber os envelopes com as propostas dos mototaxistas a partir de dezembro, serão mais de 10 mil processos submetidos à análise. A superintendência informou que uma comissão de análise será criada especificamente para os mototaxistas, mas que por conta da demanda esperada será um processo demorado.

De acordo com a superintendência, a meta da Prefeitura de Manaus é que a modalidade de transportes em duas rodas esteja regularizada com as motocicletas padronizadas até a Copa de 2014.

Os candidatos que desejam concorrer às concessões deverão atender a uma série de exigências que incluem entre outras, ser maior de 21 anos, ter 12 anos que experiência com habilitação categoria A, não ter nenhuma restrição na Justiça, além de ter curso específico da modalidade. Os detalhes serão apresentados na audiência pública, mas a SMTU adiantou que os candidatos as concessões também terão que apresentar a descrição da motocicleta, além do padrão dos equipamentos de proteção e documentação exigida em lei federal para exercer a profissão.

Publicidade
Publicidade