Sexta-feira, 25 de Junho de 2021
CENÁRIO

Sema firma acordo com UEA para potencializar Escola de Negócios da Amazônia em Unidades de Conservação

Implantada pela UEA em 2020, a Rainforest Social Business School é a primeira Escola de Negócios da Floresta Amazônica no Brasil



9898_EE9A47A2-DD95-4405-B52C-AC40F1AC67E2.JPG Foto: Divulgação
04/05/2021 às 20:57

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) passou a integrar a lista de instituições parceiras da Rainforest Social Business School (RSBS) – a Escola de Negócios Sociais Sustentáveis da Floresta Tropical, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). A parceria foi formalizada nesta terça-feira (04/05), com a assinatura de um termo de adesão entre as instituições.

Implantada pela UEA em 2020, a Rainforest Social Business School é a primeira Escola de Negócios da Floresta Amazônica no Brasil. Sua atividade é voltada para a implementação de negócios que garantam o desenvolvimento econômico, a inclusão e equidade social, como oportunidades de mercado para produtos e serviços oriundos de florestas tropicais, respeitando seus ecossistemas e sociedades.



Com a assinatura do termo, a Sema poderá realizar mentoria para elaboração de Planos de Negócios junto aos estudantes, além de atuar na apresentação de investidores, abertura de editais de fomento, orientações para acesso a financiamento, oferta de palestrantes dentro do corpo técnico da Secretaria e, também, no acompanhamento de estudantes em atividades em campo nas Unidades de Conservação Estaduais.

Para o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, a adesão da Sema à Escola de Negócios visa, futuramente, colocar o Estado na vanguarda da bioeconomia no país, a partir da estruturação de um novo campo de conhecimento e prática de negócios na Amazônia, que levem em consideração as salvaguardas ambientais para estimular a geração de renda para as populações tradicionais.

“Nós estamos muito felizes com essa articulação. A UEA tem sido fundamental no desenvolvimento regional e na horizontalização desse desenvolvimento por todo o estado. A adesão da Sema é uma oportunidade para o Governo do Amazonas trabalhar, ao mesmo tempo, a agenda da conservação ambiental e a geração de negócios, transformando os ativos ambientais em soluções para um desenvolvimento econômico mais compatível com a nossa região”, disse o secretário da Sema.

Segundo o reitor da UEA, Cleinaldo Costa, a parceria possibilitará, entre outras coisas, a melhor identificação de gargalos a serem solucionados. “Nosso foco é fortalecer as comunidades ribeirinhas de forma que haja a noção de empreendedorismo e que isso agregue valor aos produtos da nossa região e, naturalmente, promover as cadeias produtivas que nós temos aqui e estimular a geração de renda local. Ao mesmo tempo, a Sema sabe onde existem gargalos que precisam ser trabalhados e esses projetos, frutos da Escola de Negócios, vão se desenvolver a partir dessas dificuldades, propondo soluções novas para problemas que temos aqui há muito tempo”, destacou.

Inscrições abertas – As inscrições para o curso gratuito de pós-graduação Amazon Rainforest Business, da Escola de Negócios da Amazônia, foram prorrogadas para até o dia 18 de junho de 2021. O processo pode ser realizado pelo site da RSBS/UEA, no link https://rsbusinesschool.wixsite.com/rainforestsbs.

Além do formulário e o envio dos documentos necessários para a inscrição, o candidato deverá enviar um vídeo com, no máximo, 30 segundos, contato sobre a ideia de negócio ou do negócio já instalado. Todas as informações sobre o processo seletivo podem ser visualizadas no site da RSBS.

Para a primeira turma, a RSBS/UEA oferta 850 vagas distribuídas para Manaus e para os seguintes municípios do Amazonas: Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Presidente Figueiredo, Tabatinga, Tefé, Coari, Lábrea, Parintins, Maués, São Gabriel da Cachoeira e Boca do Acre. A duração do curso é de 18 meses, com carga horária de 450 horas.

O resultado final dos candidatos aprovados será divulgado no dia 28 de junho de 2021. O período de matrícula será de 30 de junho a 2 de julho. A previsão para o início do curso é dia 19 de julho de 2021.

O curso pretende dar acesso a conhecimentos e técnicas de gestão e empreendedorismo, voltadas à constituição de negócios a partir do aproveitamento de recursos oriundos da floresta. A especialização é uma forma de incentivar o empreendedorismo de pessoas interessadas em atuar como gestores de cadeias produtivas ou consultores em negócios das Florestas Tropicais.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.