Publicidade
Cotidiano
Notícias

Seminário discute problema das drogas na Amazônia Internacional

Autoridades e especialistas em segurança pública participam de evento promovido pelo Centro de Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia, o Censipam 15/09/2015 às 12:28
Show 1
Seminário discute a problemática das drogas no território da Amazônia Internacional
Isabelle Valois Manaus

Com o tema “Drogas Ilícitas na Amazônia Internacional”, o Centro de Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), promove a partir desta terça-feira (15) o primeiro seminário para discutir a problemática das drogas no território da Amazônia Internacional.

O encontro conta com a participação de vários representantes dos órgãos de segurança pública do estado e acontece no auditório Anavilhanas do Centro Regional de Manaus do Sipam, no Tarumã, Zona Oeste de Manaus. No primeiro momento, o delegado da Polícia Federal Mauro Spósito, que é assessor do Secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), palestrou sobre o tema “Drogas na Amazônia Brasileira”.

Durante a abordagem do tema, Spósito informou que o Brasil é o segundo país do mundo que mais consume cocaína e a maior preocupação da segurança pública do estado não está em realizar grandes apreensões de cocaína em cidades e no interior do Amazonas, mas de evitar a qualquer custo que a cocaína entre no estado.

“Ficamos tristes quando há apreensão, pois sabemos que de alguma forma aquela droga passou pelas nossas fronteiras que são de três maiores produtores de cocaína do mundo, que é Colômbia, Bolívia e Peru”, reforçou.

Spósito explicou que outra preocupação da segurança está com os 10 mil hectares de plantação da coca existente nas fronteiras. “O perigo já bateu em nossa porta e precisamos estar atentos e promover ações para evitar que a droga entre no nosso território, pois isso se transforma em problemas sérios de saúde pública. Em menos de 15 anos éramos um país de trânsito e agora somos o segundo maior consumidor de todo o mundo”, explicou.

Para o diretor geral do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), Rogério Guedes Soares, esse tipo de tema precisa está sempre em discussão. “Isso já é uma característica nossa de realizarmos este tipo de discussão entre os órgãos públicos de segurança, pois fazemos parte das estratégias e após este seminário vamos realizar uma estrutura documental para apontarmos diretrizes e estratégia novas para consolidar com os planos de operações e tenha mais efetividade no plano em que apoiamos”, completou.

Programação do dia 15 de setembro

9h: Rogério Guedes, diretor Geral do Censipam; e Bruno Monteiro, gerente regional do Censipam em Manaus;

9h45: O Contexto das Drogas no Mundo;

10h45: Drogas na Amazônia Brasileira, com o doutor Mauro Spósito, delegado federal e assessor do Secretário de Segurança Pública do Amazonas;

13h30: O Combate ao Tráfico de Drogas no Peru, com o tenente coronel Miguel Parma; representante da Divisão Antidrogas da Polícia Nacional Peruana

14h30: Guerra na Fronteira, com o general de Exército Guilherme Cals Theophillo, comandante do Comando Militar da Amazônia (CMA);

15h40: Drogas e Segurança Pública em Roraima, com o doutor Alan Robson (DRCOR/SR/DPF/RR), delegado titular da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCOR) da Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal de Roraima.

Publicidade
Publicidade