Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020
Notícias

Senador Randolfe Rodrigues (AP) anuncia sua saída do PSOL

Desde a desistência de Randolfe à candidatura para Presidência da República, as relações internas entre ele e o PSOL “estavam deterioradas”



1.gif Randolfe Rodrigues
28/09/2015 às 11:45

O senador Randolfe Rodrigues (AP) começa a semana sem partido. Ontem (27) ele oficializou, com uma carta à militância do PSOL, sua saída da legenda. A ex-senadora Heloísa Helena, que atualmente é vereadora de Maceió (AL), também anunciou sua saída do Partido Socialismo e Liberdade.

“A partir de hoje deixo de ser um filiado e passo a ser um amigo do partido. Tenho orgulho de ter feito parte da construção do PSOL. Um partido de lutas justas e de resistência contra os ataques aos direitos individuais e coletivos. Um partido irrepreensível do ponto de vista ético, de prática parlamentar irretocável e onde guardo uma multidão de companheiros”, disse o senador Randolfe Rodrigues no documento.



À Agência Brasil, Randolfe disse que desde que desistiu da candidatura à Presidência da República, nas eleições de 2014, as relações internas no partido “estavam muito deterioradas”. “Acho que era o melhor para mim e para o PSOL que não se identificava mais com a minha atuação, embora eu ache que tenha sido fiel, leal ao partido”.

Randolfe ainda não definiu para que partido irá, mas se reúne hoje (28) em Brasília, às 15h, com a senadora Marina Silva do recém-criado Rede Sustentabilidade. Sem o senador, o PSOL fica sem representantes no Senado.

A ex-senadora Heloísa Helena deixou o PSOL também neste fim de semana e foi para o Rede, partido recentemente aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Rede Sim! Porque Marina merece e o Brasil precisa!”, publicou Heloísa Helena no Twitter, com uma foto sorridente ao lado de Marina Silva.


A ex-senadora Heloísa Helena também deixou o PSOL


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.