Publicidade
Cotidiano
Saúde

Será que o complexo B ajuda a prevenir picadas de insetos como o Aedes Aegypti?

O Ministério da Saúde recomenda a população a não tomar medicamentos por conta própria. Entretanto, muitas pessoas utilizam o suplemento como alternativa para afastar mosquitos 03/04/2016 às 07:00 - Atualizado em 03/04/2016 às 12:36
Show 1064530
O suplemento ajuda a fortalecer o sistema imunológico e previne doenças mais graves
Mayrlla Motta Manaus (AM)

O Complexo B é dotado de benefícios ao organismo humano. Previne doenças, melhora o sistema nervoso e até a saúde mental. Mas ainda resta uma dúvida. Será que ingestão de vitaminas desse grupo ajuda a combater a picada de mosquitos como o Aedes Aegypti, e consequentemente, prevenir o Zika Vírus? 

O Zika foi identificado no Brasil pela primeira vez em abril do ano passado. Desde lá, diversas medidas foram e ainda estão sendo tomadas para prevenir a infecção. Segundo o Ministério da Saúde não existe uma vacina contra o vírus e o órgão recomenda a população a não tomar medicamentos por conta própria. 

Entretanto, muitas pessoas utilizam o suplemento como alternativa para afastar mosquitos, na hipótese de que, com a ingestão, a pele exala um cheiro que espanta os insetos. 

É o caso da fotógrafa Gisele Alfaia, que sempre faz trabalhos fotográficos pelo interior do Amazonas e de outros estados da região Norte. “15 dias antes de viajar eu já tomo a vitamina B. Acredito que é o cheiro exalado que ajuda a prevenir a picada... Não vou dizer que nenhum mosquito me ‘ferra’, mas reduz muito”, disse.

“E não foi recomendação médica, mas sim uma dica de um pescador, e como eu sou alérgica a picadas de insetos, me ajuda bastante”, complementa Gisele, que também é artista visual. 

Sem comprovação

O nutricionista Rachid Mokdci não acredita que o ‘Complexo B’ previna a picada do mosquito Aedes Aegypti e nem o afaste fisicamente da pessoa. “Essa hipótese do cheiro exalado é falsa. Na verdade, essas vitaminas ajudam a fortalecer o sistema imunológico, ou seja, nossas células de defesa. Quando ingeridas, por meio de suplementação, elas fortalecem nossas barreiras, prevenindo sintomas mais graves, como inflamações e infecções”, disse.

A nutricionista, especialista em serviços de saúde, Wilmila Braga recomenda aos pacientes que, antes de tomar a vitamina, realizem um check-up.  “É preciso haver um acompanhamento, com exames laboratoriais, físicos e clínicos, até que seja aprovada uma dosagem exata para o uso”, alerta. “É necessário seguir as orientações passadas pelo especialista, principalmente em relação à idade e ao sexo, pois esta é a forma mais correta de se tomar a vitamina B”, complementa.

Ela também ressalta que não há comprovações científicas de que o uso da substância possa afastar insetos. “Se levarmos em consideração quem toma sem orientação médica, é errado. O complexo B só fará efeito se for consumido em grande dose”, adverte. “E há um alto risco de toxicidade. Nesse caso, contra picadas de mosquito, o uso de repelente ainda é o mais indicado”, finaliza. 

Tratamento bariátrico

A vitamina B12 é importante no tratamento de pacientes que realizaram a cirurgia de redução de estômago. A nutricionista especialista em obesidade e cirurgia bariátrica Vanessa Pollari destaca que após a realização da cirurgia ocorrem alterações anatômicas no trato gastrointestinal, então alguns nutrientes e vitaminas passam a ter uma absorção menor e, por esse motivo, é necessário a reposição de nutrientes. 

“Após a cirurgia, a alimentação por si só não recupera a deficiência de vitamina B12. A melhor escolha é o tratamento combinado com a orientação nutricional e a suplementação que pode ser por via oral (Sublingual e Spray Nasal) ou intramuscular (Citoneurim)”, diz. “A vitamina B12 é essencial para formação do sangue, além de ser muito importante para a manutenção e desenvolvimento do sistema nervoso”, complementa.

Ela também alerta que a ausência da vitamina pode acarretar anemia, alteração da memória, dormência nos pés e mãos, palidez e a perda de apetite. Em alimentos, a vitamina B12 pode ser encontrada em: peixes, carnes vermelhas, ovos, queijos e leites.

Benefícios do Complexo B

Vitamina B1 ou tiamina: Ajuda no metabolismo do carboidrato e na transmissão de impulsos nervosos. Encontrada em gema de ovo e vísceras.

Vitamina B2 ou riboflavia: Melhora o metabolismo e fornece energia. Encontrada em cereais integrais e carnes vermelhas.   

Vitamina B3 ou niacina: Chamada também de vitamina PP, ela fornece energia para as células. Fontes: fígado, ervilha, gérmen de trigo e batata.

Vitamina B5 ou ácido pantotênico: Participa da formação de hormônios esteroidais.Presente em cogumelos, amendoim e brócolis.

Vitamina B6 ou piridoxina: Atua na ativação de enzimas, ajuda a manter a resposta imunológica e metabolismo endocrino. Presente em legumes em geral. 

Vitamina B7 ou biotina: também chamada de vitamina H, participa da formação da glicose. Presente em leite, amendoins e cogumelos.  

Vitamina B9 ou ácido fólico: Ajuda na formação das hemácias e leucócitos na medula óssea. Presente na castanha do Brasil e grãos diversos. 

Vitamina B12 ou cobalamina: É essencial na síntese do DNA. Presente em carnes, peixes, frango, ovos , leite e derivados.

Serviço

Wilmila Braga - Especialista em terapia nutricional.   

Onde: Clínica Conviver (Rua Acre, nº12, sala 505, 5º andar, no Edifício Cemom) 

Contato:  (92) 99211-5015

Rachid Mokdci -  Nutricionista   

Contato: (92) 99142-4171 

Vanessa Pollari - Especialista suplementação nutricional e cirurgia bariátrica.

Contato:   (92) 99115-5574  

Publicidade
Publicidade