Publicidade
Cotidiano
Notícias

“Serei o porta-voz dos pequenos deste Estado”, diz deputado Carlos Alberto, em Curitiba

O líder do PRB na Assembleia Legislativa do Amazonas, Carlos Alberto foi eleito por unanimidade o coordenador para a região Norte em defesa dos direitos infanto-juvenil 27/10/2015 às 18:36
Show 1
Para o deputado do PRB, quando o direito de uma criança ou adolescente é violado a família sofre
acritica.com Manaus (AM)

Reunidos na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (Alep), deputados de todo o país aprovou a reativação da Frente Parlamentar Interestadual de Mobilização Nacional Pró-Criança e Adolescente (Fenacria) em fórum realizado no final de semana em Curitiba/PR.

Na ocasião, o líder do PRB na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Carlos Alberto foi eleito por unanimidade o coordenador para a região Norte em defesa dos direitos infanto-juvenil.

E já no mês que vem participa de audiência com os ministros Gilberto Kassab (Cidades) e Pepe Vargas (Direitos Humanos), em Brasília, onde levará as demandas do Estado concernentes à criança e ao adolescente.

“Essa frente fortalecerá ainda mais o trabalho que estamos realizando aqui no Amazonas, pois com a junção de forças dos Estados o público infanto-juvenil ganhará ações que podem ajudar a vida de milhares de crianças e adolescentes que desconhecem seus direitos”, destacou o parlamentar em discurso na manhã desta terça-feira, no plenário da Aleam.

No decurso de sua fala, Carlos Alberto deixou clara sua missão de reivindicar, questionar e pedir celeridade nas questões dos direitos violados todas as vezes que se fizerem necessário. “Inicio, neste Estado, uma nova história para essa futura geração: uma história de lutas para efetivação dos direitos contidos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Vou ser o porta-voz desses pequenos cidadãos, assim como também de suas famílias”, pontuou.

Para o deputado do PRB, quando o direito de uma criança ou adolescente é violado a família sofre. “Por tanto serei um guardião desses direitos, agora, mas do que nunca lutarei para que políticas públicas venham ser efetivadas dentro do nosso Estado. Quero ver uma polícia protetora – aquela que não está somente interessada em prender o criminoso, mas também em resguardar a dignidade humana da vitima”, cobrou o republicano. 
  
Disque 100 

Carlos Alberto ainda cobrou das autoridades celeridade nos processos que envolvem a violação dos direitos da criança e do adolescente, estabelecidos pelo ECA.

“Vou lutar por maior divulgação do disque 100 para que esse serviço venha ser mais eficiente do que já é, para que as denúncias sejam apuradas de forma mais rápida pela celeridade dos processos e a resposta mais breve à sociedade, para que a população possa dar maior credibilidade aos serviços da rede e que os casos sejam solucionados sem muita burocracia”, cobrou o deputado.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade