Domingo, 19 de Maio de 2019
JUSTIÇA

Sergio Moro prorroga presença da Força Nacional na região de Belo Monte

A usina está sendo erguida na Bacia do Rio Xingu, uma região que concentra 21 terras indígenas. A Força Nacional já está no local desde 2013, enviada pelo governo federal



bela_monte_dois_424D806B-C8A5-4B8D-8640-ABFB1E6F1B2F.JPG
Foto: Regina Santos/Divulgação Norte Energia
27/03/2019 às 09:29

O Ministério da Justiça e Segurança Pública prorrogou a permanência da Força Nacional de Segurança na região onde está sendo construída a  Usina Hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira, no Pará. A prorrogação será por mais 360 dias, atendendo à solicitação do Ministério de Minas e Energia (MME). O Ministério da Justiça informou que a Força Nacional continua no local para garantir “a segurança das estruturas e das obras”.

A usina está sendo erguida na Bacia do Rio Xingu, uma região que concentra 21 terras indígenas. A Força Nacional já está no local desde 2013, enviada pelo governo federal para garantir a segurança dos envolvidos na obra e do patrimônio. Povos indígenas da região reclamam de invasões e desmatamentos em suas áreas.

Afetados pela construção de Belo Monte, os indígenas cobram do consórcio Norte Energia, responsável pela usina, celeridade para entregar as obras de compensação.

O consórcio precisa entregar escolas, unidades básicas de saúde e creches às comunidades afetadas.

Recentemente, o ministro da Secretaria de Governo (Segov), general Santos Cruz, visitou o local e conversou com lideranças indígenas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.