Publicidade
Cotidiano
Notícias

Série de ações irá reforçar o tratamento da Aids no Amazonas

Dados da Susam mostram que de janeiro a julho deste ano, foram notificados 622 novos casos de Aids no Estado. Já de 1986 a outubro de 2014, a região registrou 11.076 casos da doença 14/09/2015 às 14:53
Show 1
A Secretaria Estadual de Saúde anunciou nesta segunda-feira (14) novas medidas para o tratamento da doença
Silane souza ---

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) anunciou nesta segunda-feira (14), durante a abertura do “Curso de Atualização em Infecções Sexualmente Transmissíveis, com ênfase na Aids e  Hepatites Virais”, uma série de ações que irão reforçar o enfrentamento da Aids, doença que registra alta incidência no Amazonas. Dados da pasta mostram que de janeiro a julho deste ano, foram notificados 622 novos casos de Aids no Estado. Já de 1986 a outubro de 2014, a região registrou 11.076 casos da doença.

 De acordo com o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, uma das medidas é a descentralização do atendimento ambulatorial dos pacientes que vivem com HIV. “Estamos trabalhando junto ao Ministério da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus num acordo de Cooperação Interfederativa para criar estratégias mais amplas, sobretudo na descentralização das ações, que hoje estão concentradas na Fundação de Medicina Tropical”, disse.

Também está entre as ações, à criação de um selo de qualidade a ser concedido às maternidades que conseguirem zerar os registros de crianças expostas à transmissão vertical (de mãe para filho) do HIV; a ampliação do número de municípios do interior que passarão a receber, a partir deste mês, o kit maternidade (com medicamento de profilaxia do HIV), a ser adotado nos casos de mãe HIV positiva.

Além de uma parceria com o Fundo das Nações Unidades para a Infância (Unicef), para que a Unidade Móvel da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) – que oferece testes rápidos de HIV e Sífilis – passe a desenvolver atividades voltadas para o público jovem.

Para o secretário municipal de saúde, Homero de Miranda Leão, é preciso reforçar cada vez mais sobre a prevenção, visto que, hoje em dia há um descuido, principalmente entre os jovens com relação à contaminação da Aids. “Não pode deixar de haver prevenção porque a Aids continua não tendo cura”, destacou. Segundo ele, no ano passado foram distribuídos mais de 6 milhões de preservativo em Manaus. Este ano já foram mais de 3 milhões.

Curso

O “Curso de Atualização em Infecções Sexualmente Transmissíveis, com ênfase na Aids e  Hepatites Virais”, reuniu profissionais de saúde da capital e de mais 45 municípios do interior do Estado. Dentre os assuntos abordados está o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas em Infecções Sexualmente Transmissíveis, Aids e Hepatites Virais e outros documentos recentemente lançados pelo Ministério da Saúde.

O evento também contou com a reunião dos coordenadores municipais de DST/Aids, que a partir dessa quarta-feira, 16, estarão integrados a programação, para avaliação dos planos de trabalho e das ações desenvolvidas para o enfrentamento da doença no Amazonas, inclusive as que fazem parte do Acordo de Cooperação Interfederativa (Interfam), firmado pelo Governo do Estado e o Ministério Federal, em junho do ano passado, para o fortalecimento das ações de controle de HIV/Aids.

Publicidade
Publicidade