Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021
Atendimento às mulheres

Serviço de Apoio Emergencial à Mulher tem atendimento ampliado

Meta é inaugurar três novas unidades do serviço nos próximos meses



Sem_titulo_5E3101AF-FCDD-4F2B-817C-299249EF39B1.jpg Foto: Divulgação
03/08/2021 às 13:22

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) inaugura no sábado (07/08) uma nova unidade do Serviço de Apoio Emergencial à Mulher, Sapem Leste, anexo ao 9° Distrito Integrado de Polícia (DIP), na rua Miguel Faraday, 210, bairro São José Operário.

Além das unidades já instaladas (Sapem Centro-Sul, Sul e Norte), o serviço deve ser ampliado em mais duas unidades: anexo ao 8° e 17° DIPs, nos bairros Compensa e Redenção, zonas oeste e centro-oeste, respectivamente. A estrutura é gerenciada pela Secretaria Executiva de Políticas para Mulheres (Sepm) da Sejusc, por meio do projeto Nova Rede Mulher. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.



Os Sapems são a porta de entrada para a rede de atendimento às mulheres em situação de violência, realizando atendimento psicossocial, atendimento social, psicológico e orientação jurídica, bem como encaminhamento para o Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream) e para outros órgãos competentes. As mulheres em situação de risco iminente são encaminhadas para a Casa Abrigo Antônia Nascimento Priante, com endereço sigiloso.

Para a secretária Mirtes Salles, titular da Sejusc, a ampliação do serviço faz parte das ações do Governo do Amazonas em executar políticas públicas que visam a proteção dos direitos das mulheres.

“Prestar assistência às mulheres vítimas de violência. Essa é uma das missões do governador Wilson Lima. Por isso, o Governo se mantém atuante na proteção desses direitos, e a ampliação dos Sapems é a garantia que essas mulheres terão todo o suporte necessário para o rompimento desse ciclo de violência”, disse a gestora.

A secretária executiva de Políticas para Mulheres da Sejusc, Maricília Costa, reforça o trabalho integrado nos Sapems com as equipes policiais. “Em parceria com o distrito policial, o Sapem também realiza a busca de pertences e a utilização do aplicativo Alerta Mulher para mulheres com solicitação de medidas protetivas. Além disso, realiza visitas domiciliares, institucionais, palestras nas comunidades e abordagens informativas”, explicou.

Cartilha – É possível conhecer a rede de proteção às mulheres no Amazonas acessando a cartilha “Mulheres, seus direitos não estão em quarentena!”, disponível no site da Sejusc, no endereço eletrônico sejusc.am.gov.br.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.