Publicidade
Cotidiano
Saúde

Capacidade de atendimento no Fcecon é ampliado com nova unidade de radioterapia

A nova estrutura, com um novo acelerador linear e o Serviço de Radioterapia Dr. Abelardo Rodolfo Lemos Pampolha, foi entregue nesta segunda-feira (22) pelo Governo do Estado 22/08/2016 às 11:38
Show linear
A revitalização do setor de radioterapia da FCecom representa avanço tecnológico de mais de 30 anos (Foto: Antônio Menezes)
Silane Souza Manaus (AM)

O tratamento contra o câncer no Amazonas dará um salto de qualidade com o novo acelerador linear da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e a inauguração do Serviço de Radioterapia Dr. Abelardo Rodolfo Lemos Pampolha. A nova estrutura foi entregue na manhã desta segunda-feira (22), pelo governador José Melo.

A estrutura vai praticamente triplicar a capacidade deste tipo de tratamento na unidade, que é referência em oncologia para a Amazônia Ocidental, saindo dos atuais 45 para 124 pacientes atendidos ao mês. “Nós demos um salto de 30 anos em relação ao tratamento de câncer porque esse equipamento instalado hoje é extremamente moderno e permite fazer a radioterapia de forma mais rápida e eficiente”, disse Melo.

Para o governador, hoje todos estamos presenciando um momento de muita alegria. “Quando conseguimos diagnosticar o câncer de forma precoce estamos salvando vidas. Quando conseguimos através da instalação de equipamentos agir de forma mais rápida na doença também estamos salvando vida. O acelerador linear é um desses equipamentos que salva vidas”, enfatizou.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, as duas novidades fazem parte do Plano de Reestruturação e Modernização dos Serviços de Oncologia no Estado, que conta com a parceria do Ministério da Saúde e investimentos de mais de R$ 8 milhões. Junto com o acelerador linear foram entregues a Casamata, (construção especialmente projetada para abrigá-lo) e outros equipamentos para o complexo de radioterapia. 

Ainda conforme ele, a unidade também adquiriu, recentemente, via Fundo de Promoção Social (FPS) do Governo do Amazonas, uma nova fonte radioativa para uma das duas bombas de cobalto hoje em uso na FCecon.

Novo equipamento

Na mesma ocasião, José Melo revelou que um novo acelerador linear foi doado pelo Governo Federal ao Governo do Amazonas, o qual deve ser implantado no próximo ano. “Já estamos construído a segunda Casamata e até março estaremos com o outro aparelho instalado. Isso significa que até o final do próximo ano o Amazonas terá dois desses equipamentos montados. Quando isso acontecer nós teremos o mais moderno parque de radioterapia do Norte e Nordeste do país”, relatou.

Precisão e qualidade no tratamento

De acordo com o diretor-presidente da FCecon, Marco Antônio Ricci, o tratamento de radioterapia é hoje um dos tripés no combate ao câncer, acompanhado do cirúrgico e do quimioterápico. O acelerador linear pode ser utilizado para tratar todos os órgãos do corpo humano.

“Entre as principais vantagens desse tipo de aparelho estão à maior precisão no campo onde estão localizados os tumores, a redução do tempo de exposição à radiação e de seqüelas e, consequentemente, um tratamento de mais qualidade ao usuário do SUS”, afirmou Ricci.

Próximo passo

Está em fase de conclusão na Fundação Cecon, a implantação da primeira Sala Inteligente do Norte do País para realização de cirurgia de alta complexidade com técnicas minimamente invasivas. A vantagem está na maior precisão dos procedimentos proporcionando recuperação muito mais rápida ao paciente. O projeto é em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

 

Publicidade
Publicidade