Sábado, 24 de Julho de 2021
Economia

Serviço de refrigeração executado por internos gera economia de R$ 1 milhão aos cofres públicos

Reeducandos do programa “Trabalhando a Liberdade” fazem manutenção de ar-condicionados na sede da Seap



Sem_titulo_E6A895EE-68E5-456A-9C75-CED88D418593.jpg Foto: Divulgação SEAP
03/06/2021 às 14:17

Reeducandos do Centro de Detenção Provisória Masculino 2 (CDPM 2), inscritos no programa de ressocialização “Trabalhando a Liberdade”, vêm executando serviços de refrigeração na sede da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), localizada na avenida Torquato Tapajós, Colônia Terra Nova, zona norte de Manaus. Até o final deste ano, a atividade gerará uma economia acumulada de aproximadamente R$ 1 milhão aos cofres do Governo do Amazonas.

Ao assumir a pasta em 2019, a atual gestão deixou de contratar empresas terceirizadas para a prestação de serviços de manutenção de ar-condicionado. Desde então, os serviços de manutenção preventiva e corretiva dos aparelhos de refrigeração são feitos periodicamente por internos do sistema prisional.



Há oito meses no “Trabalhando a Liberdade”, Rael Pereira (nome fictício), que recebeu cursos de capacitação na unidade prisional e hoje realiza os referidos serviços, revela que encontrou na área uma motivação.

“Eu nunca tinha mexido em ar-condicionado na vida antes, e foi no CDPM 2 que aprendi essa profissão. Estou indo para a minha terceira capacitação dentro do sistema penitenciário, com o objetivo de me especializar cada vez mais para abrir uma empresa e dar continuidade nesse trabalho lá fora”, contou o reeducando.

O secretário de Administração Penitenciária, coronel Vinícius Almeida, assinala que a ocupação dos apenados acarreta inúmeros benefícios. “Além de receberem uma oportunidade profissional por meio da capacitação e a prática do trabalho, ainda ganham a remição de um dia da pena a cada três dias trabalhados e o sentimento de realização pela prática de uma atividade essencial. Para nós, uma economia significativa e a sensação de dever cumprido, de que estamos no caminho certo, trabalhando para mudar essas vidas positivamente”, declarou.

Outros serviços – Hoje, a manutenção predial da sede da Seap é feita 100% pela mão de obra carcerária. O próprio estabelecimento foi totalmente reformado pelos internos, no ano passado. Atualmente, um grupo de apenados também cuida da roçagem, jardinagem e limpeza do local.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.