Publicidade
Cotidiano
Notícias

Servidores Federais do AM paralisam atividades nesta sexta em protesto contra ajuste fiscal

Manaus terá um dia sem o funcionamento do serviços públicos federais. Servidores estão insatisfeitos com medidas do Governo Federal 28/05/2015 às 18:01
Show 1
Encontro, organizado pelo Sindsep/AM, no início do mês, reuniu mais de 160 servidores públicos, representando 40 municípios do Estado na condição de delegados
acritica.com Manaus (AM)

Servidores públicos federais irão paralisar suas atividades nesta sexta-feira (29) em protesto contra o ajuste fiscal e o corte no orçamento da União, como as Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665 - que prevêem alteração no seguro-desemprego, auxílio-doença e pensão por morte. Eles também protestarão contra o Projeto de Lei (PL) 4330 da chamada Lei da Terceirização. As informações são da assessoria de imprensa.

A ação acontece em todo o País. Em Manaus, um ato na Praça do Congresso, no Centro, às 15h, marca o dia de protesto. O ato contará com a presença de servidores do  Inpa, Ibama, Funasa, Incra, Funai, Conab e Dnit, entre outros.   

“Hoje o governo privilegia o pagamento das dívidas e bloqueia a valorização salarial dos servidores, investindo bilhões para salvar os bancos e demitindo trabalhadores", disse o secretário-geral do Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Amazonas (Sindsep-AM), Walter Matos.

"Temos que tentar parar isso, por isso nos unimos ao Condsef (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) e à CUT (Central Única dos Trabalhadores) para barrar a política de ajuste fiscal do Governo, dizendo não ao plano Levy, que 'poupou' R$ 69,9 bilhões para o pagamento da dívida pública, retirando dos trabalhadores para pagar os banqueiros”, completou.

Indicativo de greve

A paralisação desta sexta-feira, vem com indicativo de greve geral em todo o País. O presidente do Sindsep-AM informou que no sábado (30) haverá uma plenária da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), em Brasília, quando o assunto será colocado em pauta.

Plano de Luta

Os servidores federais também querem a extensão dos benefícios da Lei 12.277/10 para todos. Essa Lei concedeu em 2010 aumento salarial em torno de 78% para apenas cinco cargos de nível superior, deixando os demais servidores de fora.

Publicidade
Publicidade