Terça-feira, 21 de Maio de 2019
RENDA

Sete ideias para ganhar um trocado durante a faculdade

Como muitas os estágios não são remunerados, e os gastos existem, separamos algumas dicas para o estudante que busca obter alguma renda extra



REVISAO_11EA62FE-3125-4C9C-8009-861578D85F5D.jpg
23/03/2019 às 11:52

O Brasil é o país em que mais vale a pena ter uma graduação, de acordo com um estudo realizado por uma equipe da consultoria J.P. Morgan.

E, por mais que você tenha uma bolsa de estudos pela plataforma Quero Bolsa, entrar em uma faculdade também gera gastos com xerox, alimentação e transporte.

Nem sempre o estágio é remunerado e, quando é, muitas vezes o dinheiro não é suficiente para pagar todos os boletos. Além disso, uma grana extra é sempre bem-vinda, não é mesmo?

Veja também:
Dicas para economizar na faculdade

Pensando nisso, a Revista QB listou sete maneiras de você ganhar um trocado enquanto está cursando o Ensino Superior. Confira:

1. Monitoria

O monitor é responsável, principalmente, por realizar plantão de dúvidas e auxiliar o professor em atividades relacionadas a disciplina de seu curso selecionada durante a inscrição. Para isso, ele deve disponibilizar um horário flexível e que não comprometa a grade do seu curso.

As vagas e o edital para efetuar inscrições variam de acordo com a instituição, mas é possível se informar na secretaria do seu curso. As instituições oferecem ao monitor uma bolsa-auxílio em dinheiro ou em desconto nas mensalidades do curso. Além disso, a atividade vale horas complementares.

2. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC)

O PIBIC é um estudo aprofundado sobre um tema escolhido pelo aluno realizado ao longo de um ano com um auxílio de um orientador. Embora pareça exigir muito esforço, o artigo final deve conter, no máximo, vinte páginas.

Veja também:
O que é Iniciação Científica?

Algumas faculdades que possuem centros de pesquisa oferecem bolsa-auxílio para os alunos, assim como instituições de incentivo à pesquisa, nas quais o aluno também pode inscrever o seu trabalho por meio de sua faculdade.

3. Revisão de trabalhos acadêmicos

Ao longo do semestre, há muitos trabalhos e atividades solicitados por professores de diferentes disciplinas. Muitas vezes a data de entrega dos trabalhos coincidem e, por esse motivo, a revisão do conteúdo produzido pode ser deixada de lado e resultar em notas mais baixas.

Por isso, revisar as atividades de seus colegas de classe e cobrar por isso pode ser uma boa forma de ganhar um dinheiro extra.

4. Venda de doces

Que a vida de estudante é uma correria e os congelados/comidas prontas passam a ser uma questão de sobrevivência, todo mundo já sabe. Vender alimentos, portanto, é uma forma de ganhar uma renda extra que pode dar certo.

Bolos de pote, brigadeiros e trufas são algumas das opções de venda. Embora eles demandem um certo esforço e um investimento inicial, o retorno financeiro também pode ser alto.

5. Brechó online 

Sabe aquela blusa de frio que está no cantinho do seu guarda-roupa e você sempre fala que vai usar, mas nunca usa? Um brechó online seria uma forma de você resolver esse problema e ainda ganhar um dinheiro com isso!

Os brechós podem ser feitos em páginas nas redes sociais, em um site próprio ou em sites voltados para isso, como o Enjoei.

6. Venda de livros

Assim como as roupas, também é possível vender os livros que você já leu, estão ocupando espaço na sua casa e podem ser muito úteis para outras pessoas!

As vendas podem ser feitas em redes sociais, assim como o brechó, mas também podem ser feitas para sebos. O retorno financeiro não é muito grande, mas já dá para pagar os salgados da faculdade.

7. Pesquisas online

Muitas empresas desejam compreender o mercado e seus consumidores e, para isso, desenvolvem questionários em plataformas online como o MeeSeems, Green Panthera e Myiyo Pesquisas. E o melhor: eles oferecem dinheiro ou descontos para os participantes inscritos nos sites.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.