Publicidade
Cotidiano
Notícias

Sindicato das Empresas Funerárias realiza seminário para debater problemas do setor

O evento, aberto ao público em geral, será realizado nessa sexta-feira (4), das 18h às 21h, no auditório Martinho Lutero, do Centro Universitário Luterano de Manaus  03/12/2015 às 15:14
Show 1
O presidente do Sefeam, Manuel Viana, destacou que o evento também tem por objetivo discutir sobre o atual cenário do setor em Manaus
silane souza ---

Com o objetivo de debater sobre as oportunidades de crescimento do sistema funerário do Amazonas, bem como a necessidade de se pensar em soluções para desafogar o setor em Manaus, que está prestes a entrar em colapso, o Sindicato das Empresas Funerárias do Estado do Amazonas (Sefeam), realizará o seminário “Perspectivas do Setor Funerário do Amazonas”.

O evento, aberto ao público em geral, será realizado nessa sexta-feira (4), das 18h às 21h, no auditório Martinho Lutero, do Centro Universitário Luterano de Manaus (Ceulm/Ulbra), localizado na avenida Carlos Drummond de Andrade, bairro Japiim 2, Zona Sul. A iniciativa é do Sefeam em parceria com a instituição de ensino.

O presidente do Sefeam, Manuel Viana, destacou que o evento também tem por objetivo discutir sobre o atual cenário do setor em Manaus. “A capital amazonense tem somente dez cemitérios públicos, porém, apenas um - Cemitério Nossa Senhora Aparecida (Parque Tarumã) - tem espaço disponível para novas sepulturas. Com isso, Manaus poderá entrar em colapso do sistema funerário em um curto prazo de tempo”, alertou.

 Além disso, Viana explicou que a Prefeitura de Manaus abriu um Procedimento de Manifestação de interesse (PMI) para pessoas interessadas em elaborar os estudos necessários para organização do Sistema de Sepultamentos em Manaus. Nesse caso, a sociedade tem a oportunidade de discutir sobre que tipo de serviço quer no futuro e essa discussão começa no seminário.

De acordo com o secretário Municipal de Limpeza Pública, Paulo Farias, as propostas de pessoas jurídicas, interessadas em elaborar os estudos necessários para organização do Sistema de Sepultamentos em Manaus, serão recebidas por mais 90 dias. Durante o seminário, ele destacou que falará sobre os atuais procedimentos referentes ao sistema funerário na capital e também explanará sobre o PMI.

Abordagem

Entre os temas debatidos está “Impactos ambientais e arquitetônicos das edificações dos cemitérios de Manaus”, a ser ministrado pela consultora e professora de Arquitetura e Urbanismo da Ulbra, Reny Moita, e a “Situação e perspectivas do setor funerário no Brasil”, pelo presidente da Associação das Empresas de Pax e Funerárias no Estado do Mato Grosso do Sul (AEPAF/MS), Ilmo Cândido.

Também será abordado durante o evento “Agregando valor e ampliando os serviços ao mercado funerário”, pelo presidente do Sefeam, Manuel Viana; e a “A legislação e o sistema funerário em Manaus”, pelo secretário Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Paulo Farias.

De acordo com o Sefeam, foram convidados para participar desse seminário, dentre outros órgãos e entidades, a Prefeitura de Manaus, Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), estudantes da Ulbra Manaus, além da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), Câmara Municipal de Manaus (CMM) e empresários do setor.


Publicidade
Publicidade