Publicidade
Cotidiano
CAMPANHA

Sindicato protesta contra a privatização da Eletrobrás

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Estado do Amazonas (STIU-AM) planeja campanha com atos e ações políticas ainda nesse semestre contra a privatização da Eletrobrás-Amazonas Energia. 22/08/2016 às 23:38 - Atualizado em 23/08/2016 às 08:20
Show ap privatizacao da amazonas energia hf 26 1
Audiência pública foi realizada na última sexta-feira,19, na ALE-AM. Foto: Hudson Fonseca/Aleam
Geizyara Brandão Manaus (AM)

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Estado do Amazonas (STIU-AM) planeja campanha com atos e ações políticas ainda nesse semestre contra a privatização da Eletrobrás-Amazonas Energia.

Após a audiência pública realizada na última sexta-feira, 19, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), uma comissão foi formada para discutir as questões sociais, econômicas, políticas e de soberania nacional que serão afetadas caso a privatização da concessionária.

De acordo com o presidente do STIU-AM, o sindicato está elaborando ações jurídicas para protelar a privatização e espera que mais parlamentares se envolvam. Luiz Castro (Rede) e Sinésio Campos (PT) vão se reunir amanhã para discutir estratégias e fazer os devidos encaminhamentos. “Enquanto estamos em período eleitoral vamos mostrar nossa preocupação e posteriormente, fazer convites aos parlamentares federais para que não facilitem a privatização. Estamos correndo riscos sociais, econômicos, políticos e de soberania nacional”, destaca Castro.

O parlamentar reforça que a privatização resultará no aumento da tarifa para o consumidor e em uma ameaça às Forças Armadas, caso seja comprada por uma estatal estrangeira. Em contrapartida, o site do Ministério de Minas e Energia  (MME) traz a informação de que haverá “apenas os reajustes ordinários anuais, nos termos da legislação e regulação vigentes, conduzidas pela Agência Regulatória setorial, da mesma forma que já ocorreriam caso as concessões não tivessem sido devolvidas pelas empresas”.

Segundo a Assessoria da Eletrobrás Distribuição Amazonas, a empresa aguarda as definições e orientações do MME e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).


Saiba Mais
A privatização será abordada na VIII Reunião Ampliada do Colegiado de Deputados do Parlamento Amazônico, que acontece na quinta-feira, 25, na Assembleia Legislativa, e contará com a participação de parlamentares de outros estados da região cujas empresas distribuidoras de energia elétrica também serão privatizadas. 

Publicidade
Publicidade