Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
Notícias

SMTU estuda construir novo terminal de ônibus na avenida Torquato Tapajós

O Terminal 6  deve ser construído a 500 metros do cruzamento entre as avenidas Torquato Tapajós e José Henriques, que passa em frente à área de exames do Detran-AM 



1.jpg Trecho da avenida Torquato Tapajós, que integra as zonas Norte e Oeste de Manaus
03/10/2014 às 22:45

As zonas Oeste e Norte de Manaus, que estão em franca expansão populacional nas proximidades da barreira, devem ganhar um terminal de embarque e desembarque de passageiros do transporte coletivo em 2015. O diretor-presidente do Superintendência Municipal de Transporte Público (SMTU), Pedro Carvalho, informou que a obra já está em estudo pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e estima que pode representar um investimento de R$ 15 milhões aos cofres públicos.  

O Terminal 6 (T6) deve ser construído a 500 metros do cruzamento entre as avenidas Torquato Tapajós e José Henriques (que passa em frente a área de exames do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), próximo à barreira da Polícia Militar que dá acesso a AM-10 e a BR-174. 

O principal objetivo do T6 será resolver o precário serviço de transporte público oferecido aos condomínios que estão sendo construídos no local e às comunidades que nasceram ao longo daquela área da Torquato Tapajós. No local, os moradores são reféns do transporte irregular por meio de kombis lotações e mototáxis que, quase sempre, expõem os passageiros a riscos levando uma quantidade de pessoas acima do permitido no carro ou negando aos mesmos a falta de equipamentos de segurança.

 “Temos muito problemas naquela área. As comunidades querem ônibus para tudo quanto é ponto. Não posso criar ônibus para cada ramal. E as pessoas querem ônibus de dez em dez minutos. Não temos essa demanda. A única forma de viabilizar isso é criando um terminal de passageiros. Dessa forma, podemos colocar linhas coletoras para esses ramais e a partir dali coloca as linhas troncais para outros locais”, declarou Pedro Carvalho.

Ele afirmou ainda que o terminal não deve causar mais congestionamento na via, que é uma em que os motoristas mais enfrentam o problema diário nos horários de pico. “Só fica engarrafamento quando o terminal é ruim. Esse a gente vai construir ele num local onde tenha área pra trabalhar. Aí vamos abrir as duas pistas”, disse.

Opção

Pedro Carvalho afirmou que o terminal será no meio da Torquato Tapajós entre as pistas de sentido bairro/Centro e Centro/bairro aos moldes do Terminal 3 (T3) na Cidade Nova, zona Norte de Manaus. “O que a gente quer dar é opção para o cidadão vir na linha coletora, descer no terminal e ter opção para o shopping por exemplo, para trabalhar, para ir a Cidade Nova ou para o Centro”, declarou.

O presidente da SMTU afirmou que a única solução para minimizar reclamações em relação ao transporte público em grandes cidade é a construção de terminal. “Ainda mais nessa área. Isso aqui vai explodir (crescer número de moradores). Tudo deságua na Torquato”, disse.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.