Publicidade
Cotidiano
Travessia balsas

SNPH divulga esquema de travessia de balsas na Semana da Pátria

Em torno de 7 mil pessoas devem ser transportadas por balsa, mas a  maior demanda de viajantes opta pelas embarcações velozes 02/09/2013 às 20:37
Show 1
SNPH divulga esquema de travessia durante feriado da Semana da Pátria e do Amazonas
acritica.com (*) ---

Seis balsas vão navegar na travessia do Encontro das Águas neste período de semana da Pátria. A maior demanda ocorre em virtude da realização da Agropec, no Castanho. A feira agropecuária tem a maior relevância do interior do Amazonas, e conta com estrutura de shows, rodeios, exposições e gastronomia. O evento vai de 4 a 7 de setembro. A travessia dá acesso aos municípios de Careiro da Várzea, Careiro Castanho, Autazes  e Manaquiri.  

O Governo do Estado do Amazonas, através da Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias, vai disponibilizar seis portuários na pista, a cada período, controlando o embarque e o desembarque, e mais seis tripulantes na balsa Cacau Pirêra. A coordenação de comunicação também vai estar de plantão no local.

A partir desta quarta-feira, 4, o embarque começa às 5h da madrugada e deve seguir até às 20h. Baseado em dados de 2012, estima-se que vão ser transportados aproximadamente 2.500 veículos, entre carros de passeio, motos e caminhões, com destino a BR 319 e suas vicinais. A maior demanda vai ocorrer quinta e sexta-feira, com aproximadamente 1.500 carros saindo de Manaus pelo Porto das Balsas do Ceasa. A capacidade técnica é de 60 carros passeio/hora sendo transportados. No sábado, o fluxo deve cair, com alguns carros já retornando. O Domingo será de retorno intenso. A operação só deve encerrar na segunda-feira. Cada carro leva em média três pessoas.

Com a alta demanda de veículos leves, a partir de quinta-feira os carros  de passeio serão priorizados no embarque. Os veículos que transportam combustíveis vão ter até quinta-feira para viajar, em duas oportunidades, às 8h e às 13h, em balsa exclusiva.  

O Governo do Estado providenciou uma rampa de concreto na área do desembarque do Careiro da Várzea, o que evita interrupção por conta da lama, em caso de chuva. A interrupção da travessia só deverá ocorrer em caso de chuva intensa, que possa causar risco à navegação. Mas tão logo a chuva cesse, as atividades reiniciam.  

Em torno de 7 mil pessoas devem ser transportadas por balsa, mas a   maior demanda de viajantes opta pelas embarcações velozes. Ao todo são 112 voadeiras e ajatos, que devem transportar de 20 a 25 mil pessoas entre quarta e sábado.

O Terminal Hidroviário do Ceasa tem novas propostas para este feriado, em caso de passeio turístico. O Governo do Estado apoia e fiscaliza as atividades da Cooperativa de Transporte de Turismo com Base Comunitária. A  entidade é formada por pilotos do Catalão, Xiborena, Terra Nova e Vila da Felicidade, treinados e licenciados pelo Ministério do Turismo. Os preços são convidativos e abaixo do mercado. A atividade está sendo considerada de turismo popular  e acessível para qualquer cidadão de Manaus.

Para auxiliar o motorista, usuário do terminal hidroviário vai receber um informativo sobre opções do terminal e comportamento, além de dicas de segurança e informações sobre o Encontro das Águas. A SNPH também vai auxiliar na divulgação da campanha de combate aos mosquitos transmissores da dengue, malária e Febre amarela. As doenças são endêmicas da região e há números consideráveis de casos naquela área.


Publicidade
Publicidade