Sábado, 17 de Abril de 2021
Alerta

Somente neste ano, Amazonas deve registrar 700 novos casos de câncer do colo do útero

No dia Mundial do Combate ao Câncer, vale lembrar as mulheres sobre as prevenções que devem ser tomadas em relação a essa doença. 



show_mulher-endometriose_67CAB15B-4459-4F71-91C3-0CACD103AFD2.jpg Foto: Reprodução/Internet
08/04/2021 às 16:47

O câncer de colo do útero é o mais comum entre o público feminino amazonense. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 700 novos casos de câncer de colo do útero serão registrados no Amazonas, sendo 580 em Manaus. No dia Mundial do Combate ao Câncer, vale lembrar as mulheres sobre as prevenções que devem ser tomadas em relação a essa doença. 


De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer do colo do útero  foi responsável pela morte de 3.953 mulheres no Brasil em 2020. A doença tem fatores diversos, como sociais, ambientais, podendo ser causado pelo vírus do papiloma humano (HPV), transmitido durante as relações sexuais, também conhecido como câncer cervical. O HPV está presente em 99% dos casos de câncer do colo do útero. 




Segundo informações da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), a infecção genital por esse vírus é muito frequente e na maioria das vezes não causa doença. Entretanto, em alguns casos, ocorrem alterações celulares que podem evoluir para o câncer.


Prevenção 

Uma das formas de prevenção é a vacina contra HPV, onde meninas dos 9 aos 14 anos e meninos dos 11 aos 14 anos devem ser vacinados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), sendo de forma gratuita e realizada em duas doses. Outra maneira eficaz é o preventivo. O exame reduz em 70% a mortalidade por câncer do colo do útero na população feminina. 

O exame do preventivo pode ser feito em postos ou nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), sendo indicado a  toda mulher que tem ou já teve vida sexual e que tem entre 25 e 64 anos de idade.Quando o diagnostico é descoberto na fase inicial, as chances de cura do câncer cervical são de 100%

A transmissão do HPV pode ser evitada pelo uso de camisinha durante as relações sexuais, além de evitar o contágio de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), como a sífilis, aids e gonorreia.

Como o câncer de colo do útero é silencioso em seu início, sintomas como sangramento vaginal, corrimento e dor aparecem em fases mais avançadas da doença. Por isso, são importantes as medidas de prevenção.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.