Publicidade
Cotidiano
DISQUE 181

SSP-AM recebe mais de 100 denúncias pelo Disque 181 sobre foragidos dos presídios

As ligações são gratuitas e mantidas em sigilo, e podem ser feitas de qualquer linha fixa ou celular. A Central 181 funciona 24 horas 06/01/2017 às 14:32 - Atualizado em 06/01/2017 às 14:36
Show telefone celular ligacao anonima denuncia agressao medo 1322128127974 615x300
(Foto: Reprodução/internet)
acritica.com

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) recebeu, desde o dia 1º de janeiro, mais de 100 denúncias sobre foragidos do sistema penitenciário do Estado, através do Disque 181. As ligações são mantidas em sigilo e encaminhadas para os órgãos que atuam nas buscas, ou seja, polícias Civil e Militar e a Secretaria-Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop), da SSP-AM. Originalmente, 184 fugiram dos presídios e 65 foram recapturados, restando 119 nas ruas.

A Central 181 está funcionando 24 horas. A ligação é gratuita e pode ser realizada de qualquer linha fixa ou de celular de todo o Estado. Segundo o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, as informações vão contribuir com a polícia para localizar os foragidos. “É um dos principais mecanismos de auxílio às buscas, porque a polícia não pode estar em todo lugar e a população acaba sendo os olhos do policial, contribuindo com esse trabalho de recaptura, dando informações de suspeitos”, disse.

Até a manhã desta sexta-feira (6), 65 presos do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat) e do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) foram recapturados e encaminhados às unidades prisionais. Ainda restam recapturar 119 detentos. Estão empenhadas nos trabalhos de busca e captura a Seaop, a Polícia Civil, as Unidades do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) da Polícia Militar.

As equipes foram distribuídas em pontos estratégicos e ocupam saídas e ramais que podem ser utilizados como rota de fuga pelos detentos foragidos. Policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), do Batalhão de Policiamento Ambiental (Bpamb), do Batalhão de Choque, da Companhia de Operações Especiais (COE) e Cda ompanhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães) também fazem parte da operação.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade