Explicações

STF dá cinco dias para governo explicar prescrição de vacina para crianças

O ministro do Supremo Tribunal, Ricardo Lewandowski, aceitou uma ação do partido Rede Sustentabilidade para que o governo explique a exigência de prescrição médica para vacinar crianças com imunizante da Pfizer

Portal A Crítica
24/12/2021 às 19:49.
Atualizado em 08/03/2022 às 19:05

((Foto: Nelson Jr./SCO/STF/Reprodução))

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou nesta sexta-feira (24), o prazo de cinco dias para que o governo federal explique a prescrição médica para que crianças entre 5 e 11 anos possam se vacinar para covid -19. A ação foi proposta pelo partido Rede Sustentabilidade.

De acordo com a CNN determinação vem após o presidente da república, Jair Bolsonaro, falar durante a live semanal, em 16 de dezembro, que disse que a palavra final caberia aos responsáveis das crianças. Nesta semana, o ministro da saúde Marcelo Queiroga também falou sobre o assunto e disse que não via necessidade de urgência e que a imunização deveria vir após prescrição médica.

“O documento que vai ao ar recomenda a vacina da Pfizer. Nossa recomendação é que não seja aplicado de forma compulsória. Essa vacina estará vinculada a prescrição médica, e a recomendação obedece às orientações da Anvisa”, disse Queiroga.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por