Publicidade
Cotidiano
Notícias

Super Mario irá para celulares com uma investida da Nintendo em jogos para smartphones

Empresa atendeu pedido de investidores para impulsionar receita levando personagens icônicos como Mario para jogadores cada vez mais longe dos seus consoles 17/03/2015 às 14:15
Show 1
Super Mario Bros. poderá ir para celulares
Teppei Kasai (Reuters) Tóquio

A Nintendo vai se aventurar no ramo de jogos para smartphones, atendendo pedidos de investidores para impulsionar a receita levando personagens icônicos como o Mario para jogadores que cada vez mais se afastam de seus consoles.

A Nintendo, que já deu um alerta de que seu lucro operacional anual cairá pela metade por vendas fracas de consoles, disse nesta terça-feira que está fazendo uma parceria com a empresa de jogos online DeNA para desenvolver e operar aplicativos de jogos.

As duas companhias também lançarão ainda este ano um serviço de assinatura acessível em dispositivos móveis e também no console Wii U e o portátil 3DS da Nintendo.

"Isso nos permitirá construir uma ponte entre dispositivos inteligentes e consoles", disse o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, para repórteres. "Isso não significa que dispositivos inteligentes vão começar a roubar espaço dos consoles, isso criará um tipo totalmente novo de demanda".

Investidores há muito vêm pedindo para que a Nintendo mude seu foco para dispositivos móveis após perder consumidores tanto para desenvolvedores de aplicativos de jogos para smartphones quanto para rivais de console como a Sony e a Microsoft, que têm o PlayStation e o Xbox, respectivamente.

A companhia até agora havia resistido a estes pedidos, colocando suas esperanças em games de sucesso como o "Mario Kart 8". Em janeiro, no entanto, a companhia cortou pela metade sua meta de lucro operacional para o ano fiscal até março para 20 bilhões de ienes (169 milhões de dólares), citando vendas fracas do portátil 3DS na temporada de compras de final de ano.

Sob a parceria, a Nintendo e a DeNA vão comprar um número de ações equivalente a 22 bilhões de ienes uma da outra. Como resultado, a Nintendo vai comprar 10 por cento da DeNA, enquanto a DeNA vai adquirir uma fatia de 1,2 por cento na Nintendo.

Embora Iwata não tenha revelado quaisquer detalhes sobre o primeiro jogo móvel da Nintendo, ele disse que não será uma adaptação dos famosos títulos de console da companhia. Ele disse também que a Nintendo está desenvolvendo o NX, uma nova plataforma de jogos, mas não quis dar mais detalhes.

Publicidade
Publicidade