Publicidade
Cotidiano
Notícias

Susam diz que acidentes em casa são maiores causadores de cirurgias ortopédicas

Os números mostram ainda que 29% das crianças que passaram por cirurgia por conta de fratura sofreram o acidente na escola e outras 23% foram vítimas de trânsito 02/02/2016 às 19:36
Show 1
De acordo com especialistas, a maior parte dos acidentes acontecem em casa
acritica.com Manaus (AM)

Quem tem filhos já ouviu ou disse a frase: “Criança feliz é ativa e sempre está aprontando”. Apesar de ser verdade, as peripécias podem se tornar graves acidentes caso os pais não se mantenham atentos às aventuras dos filhos. Dados do Pronto-Socorro Dr. Platão Bezerra de Araújo revelam que, das 507 crianças que passaram por cirurgia ortopédica em 2015 na unidade, a maaioria delas (41%) foi vítima de acidente doméstico.

Os números mostram ainda que 29% das crianças que passaram por cirurgia por conta de fratura sofreram o acidente na escola e outras 23% foram vítimas de trânsito.

Só no primeiro mês de 2016, o Platão Araújo, , unidade da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), recebeu, em média, dez crianças por semana para avaliação cirúrgica, o que representa 40 casos por mês.

Principais causas

De acordo com o diretor do hospital, José Diniz, móveis que caem sobre as crianças e quedas de escada e laje são as principais causas de acidentes em casa. As fraturas mais frequentes, segundo o diretor, são de ossos do braço (rádio e uno) e da perna (úmero, fêmur e tíbia).

Ele revela que 70% das crianças atendidas tinham entre 5 e 10 anos. “Essa é uma fase em que a criança está explorando seus limites, por isso os pais devem redobrar os cuidados”, orientou.

Prevenção

A gerente de Enfermagem do hospital, Fabiane Silva, ressalta que os armários e estantes devem ser instalados presos às paredes, porque dessa forma a criança não tem como ficar balançando até que o objeto caia sobre ela. O mesmo deve ser feito com os eletrodomésticos, televisores e aparelhos de som, orienta ela. Nas escadas, lajes e janelas, Fabiane frisa que é preciso usar grades e portões de proteção.

Além de deixar a casa preparada para que a criança não sofra nenhum acidente doméstico, a gerente alerta para que os pais se mantenham vigilantes, mesmo quando os filhos estão em momento de brincadeira. “Quem tem filhos sabe que basta um descuido para que a criança apronte alguma ‘arte’”, acrescentou.

Na escola

É na escola que aconteceram 29% dos acidentes que resultaram em cirurgias ortopédicas em crianças, no Platão Araújo. Para evitar esses problemas, Fabiane alerta professores e monitores para ficarem atentos, principalmente, na hora do recreio. “Uma queda de um brinquedo no parquinho ou da cadeira, em sala de aula, podem ocasionar sérias fraturas”, destacou.

Em números

41% dos acidentes com fraturas envolvendo crianças aconteceram dentro de casa, de acordo com dados do HPS Platão Araújo, com base nas cirurgias ortopédicas realizadas na unidade. Os acidentes na escola somaram 29% e, no trânsito, 23%.

Cuidados

A médica e diretora técnica da unidade, Júlia Oliveira, alerta os pais contra os acidentes de trânsito, principalmente, atropelamentos e quedas de bicicleta.

Publicidade
Publicidade