Publicidade
Cotidiano
COOPERAÇÃO

TCE e UEA fazem acordo para ampliar auditorias ambientais e cooperação técnica

Acordo tem vigência de 24 meses e foi firmado nesta quinta-feira (1) entre a presidente do Tribunal de Contas, Yara Lins, e reitor da UEA, Cleinaldo Costa 01/02/2018 às 16:09 - Atualizado em 01/02/2018 às 16:10
Show b9fa0f60 7125 4c9d 8709 41301b890e83
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Um acordo de cooperação-técnica assinado, na tarde desta quinta-feira (1º), entre o Tribunal de Contas (TCE-AM) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) vai permitir a ampliação das auditorias ambientais realizadas pelo TCE-AM e ainda o intercâmbio técnico-científico entre os dois órgãos.

Com um prazo de vigência de 24 meses, o acordo assinado entre a conselheira-presidente do TCE, Yara Lins dos Santos, e o reitor Cleinaldo Costa prevê a cessão, inicialmente, de oito profissionais da UEA (professores-mestres e doutores), todos da área ambiental, para atuarem junto ao Departamento de Auditoria Ambiental (Deamb) e ainda na troca de conhecimentos, serviços e produtos de projetos das duas instituições, quando for solicitado por ambas as partes. O Deamb até então atuava com cinco servidores e três estagiários.

Após a assinatura, o reitor da UEA, Cleinaldo Costas, elogiou a iniciativa do TCE em propor uma parceria com comunidade acadêmica. “Para nós é uma honra saber que o Tribunal de Contas do Estado tem uma visão muito moderna de futuro no sentido da prevenção dos problemas ambientais e estruturais da nossa cidade e do nosso estado. Tudo que a UEA puder colaborar para esta missão, nós colaboraremos. O TCE pode contar com a UEA”, ressaltou.

O professor-mestre da UEA, Rubelmar Azevedo Cruz, afirmou que é a primeira vez no país que uma universidade passa a integrar, por meio de parceria, de uma estrutura de controle.

Segundo Rubelmar Azevedo Cruz, os estudos feitos pela UEA sempre foram socioeconômicos e nunca na área de controle, o que deve gerar um bom resultado futuro. “A assinatura deste acordo confirma que o TCE acredita em nosso trabalho”, comentou, ao afirmar que, até então, ao final dos projetos ambientais, não se tinha a expectativa de que eles seriam executados. “Daqui para frente, tudo deve mudar”, acrescentou.

A conselheira-presidente, Yara Lins dos Santos, agradeceu à reitoria da UEA por aceitar e acreditar que a cooperação-técnica com o TCE será benéfica para o Tribunal de Contas, para a UEA e para a sociedade amazonense. “O Tribunal é que agradece o apoio dos senhores. Será uma honra ter o pessoal qualificado da UEA no TCE. Que possamos ampliar e melhorar, cada vez mais, o trabalho na área ambiental”, finalizou a conselheira, ao relembrar que a UEA já possui acordo de cooperação com TCE para as teleauditorias, realizadas por meio do Centro de Mídias.

Publicidade
Publicidade