Publicidade
Cotidiano
Notícias

Tempestades no sul dos EUA deixam pelo menos 10 mortos

Mais de 20 tornados foram registrados na quarta-feira em Arkansas, Illinois, Indiana, Mississippi e Tennessee, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional 24/12/2015 às 16:30
Show 1
Seis pessoas morreram no Mississippi, enquanto 40 ficaram feridas. Outras três morreram no Tennessee e uma no Arkansas, de acordo com autoridades
Ian Simpson/Reuters ---

Equipes de emergência avaliam nesta quinta-feira os estragos depois de uma tempestade com fortes ventos e tornados ter sacudido o sul e o centro dos Estados Unidos, matando pelo menos 10 pessoas, ferindo muitas outras, arrasando casas e derrubando árvores.

Cerca de 100 milhões de norte-americanos devem viajar durante o feriado de Natal, e o Serviço Climático Nacional previu tempestades isoladas na região do Meio-Atlântico à Costa do Golfo. Previsões apontam para uma Nova York mais quente que Los Angeles no Natal.

Mais de 20 tornados foram registrados na quarta-feira em Arkansas, Illinois, Indiana, Mississippi e Tennessee, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional.

Um forte tornado atingiu uma faixa de 160 quilômetros no norte do Mississippi na quarta-feira, destruindo ou danificando dezenas de casas e outros prédios em uma área que abriga seis condados antes de adentrar no oeste do Tennessee, disseram autoridades.


O governador do Mississippi, Phil Bryant, declarou estado de emergência para sete condados. "Isso poderia ter sido muito pior. Estamos apenas rezando para que todos possam ter uma recuperação", disse o prefeito de Holly Springs, Kelvin Buck, no Mississippi, à emissora CNN.

Ele disse estar avaliando os danos e que agentes de emergência procuram outras vítimas do tornado, que matou um menino de 7 anos na área.

Seis pessoas morreram no Mississippi, enquanto 40 ficaram feridas, disse o sargento Ray Hall, da polícia rodoviária do Mississippi. Outras três morreram no Tennessee e uma no Arkansas, de acordo com as autoridades. Equipes de emergência trabalham no Mississippi, Alabama, e Tennessee em busca de desaparecidos.

Publicidade
Publicidade