Publicidade
Cotidiano
Campanha antirrábica

Cães e gatos da área urbana devem ser vacinados nas residências até 26 de outubro

A 37ª Campanha Anual de Vacinação Antirrábica teve início ontem em Manaus 12/09/2016 às 22:19 - Atualizado em 13/09/2016 às 08:20
Show cid campanha antirr bica iniciou nesta segunda feira em manaus   foto divulga  o semsa
A meta é imunizar até o dia 26 de outubro 218.693 animais, sendo 164.617 cães, e 54.076 gatos (Foto: divulgação Semsa)
Silane Souza Manaus (AM)

“Nós pedimos que as pessoas que criam cachorro ou gato recebam nossas equipes de vacinadores, que estarão devidamente identificadas, e contenham o animal para que ele possa ser vacinado. É muito importante que a vacina seja aplicada porque ela previne contra a raiva”. A explicação é da diretora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Márcia Tereza Barbosa. Ela se refere às ações da 37ª Campanha Anual de Vacinação Antirrábica, que tiveram início ontem em Manaus.

Conforme ela, a meta é imunizar até o dia 26 de outubro 218.693 animais, sendo 164.617 cães (80% da população canina estimada) e 54.076 gatos (100% da felina). “Duplas uniformizadas e identificadas com crachá do CCZ, formadas por um vacinador e um registrador, farão a imunização. Eles irão percorrer, simultaneamente, todas as zonas geográficas da cidade. Ao todo, são mais de 200 colaboradores envolvidos na campanha”, contou Márcia.

Para ser vacinado, o animal deve ter mais de três meses de vida e estar em boas condições de saúde. Não é necessário ter o cartão de vacinação, pois será emitido um certificado de vacinação no momento da aplicação da dose, que é gratuita. “Nos casos onde não há ninguém em casa no momento que os vacinadores passarem o dono do animal pode levá-lo a um dos postos fixos, que irão funcionar aos sábados, de 8h às 12h”, evidencia a diretora do CCZ.

O Centro de Controle de Zoonoses, localizado perto da feira do bairro Compensa II, será um desses pontos. Ele atenderá os moradores das Zonas Sul e Oeste. Uma Unidade Móvel de Castração (UMC) permanece funcionando no conjunto Viver Melhor II, bairro Santa Etelvina, Zona Norte. Outra UMC, no campus da Zona Leste do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), fará a vacinação dos animais daquela região.

No ano passado, 214.260 animais entre cães e gatos foram vacinados na área urbana, 9.834 na Zona Rural, e 1.954 nos postos físicos que funcionam aos sábados no CCZ e nos Distrito de Saúde das zonas Norte, Leste e Sul, totalizando 226.048 animais imunizados contra a doença. “Nossa meta é sempre atingir 80% da população de cães e 100% da de gatos. Contamos com a colaboração das pessoas para que este ano também possamos alcançar a meta”, ressaltou Márcia Barbosa.

Raiva

A raiva é uma doença grave causada por vírus do gênero Lyssavirus que ataca o sistema nervoso (cérebro, medula espinhal e nervos) dos mamíferos. O vírus que causa a raiva é temporariamente eliminado principalmente pela saliva do animal doente e, geralmente, é transmitido quando o animal infectado morde, arranha profundamente ou lambe a pele lesionada de outro animal ou pessoa.

Campanha

A abertura da 37ª Campanha Anual de Vacinação Antirrábica aconteceu ontem no Campus da Zona Leste do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), onde é oferecido o curso de Medicina Veterinária.

Durante o evento, o secretário municipal de saúde, Homero de Miranda Leão Neto, lembrou que houve uma epidemia de raiva humana e animal na cidade no final dos anos 1970 e início dos anos 80, erradicadas entre 1985 e 1986, respectivamente.

“Por isso, nós mantemos a vacinação casa a casa. Manaus é a única capital do país que faz dessa forma. E é essa estratégia que tem garantido uma campanha de sucesso e mantido a população longe dessas doenças”, ressaltou o secretário.

(Foto: divulgação Semsa)

Publicidade
Publicidade