Publicidade
Cotidiano
Notícias

Terceiro transplante de fígado é realizado com sucesso na Fundação Hospital Adriano Jorge

O paciente que realizou este terceiro transplante encontrava-se em tratamento contra hepatite, no hospital, desde 2012. A cirurgia foi realizada na última terça-feira (16) 17/12/2014 às 15:46
Show 1
A FHAJ é a única unidade, do Amazonas, que realiza o procedimento
acritica.com ---

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ) realizou com sucesso o terceiro transplante de fígado e o paciente, de 56 anos, já encontra-se em recuperação, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade. De acordo com a equipe médica responsável pelo procedimento – formada por profissionais da FHAJ e do Grupo Hepato, de São Paulo – a cirurgia transcorreu de forma satisfatória.

A FHAJ é a única unidade, do Amazonas, que realiza o procedimento. Implantado pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam), o Programa de Transplantes de Fígado teve início em setembro deste ano e já realizou dois procedimentos, todos com sucesso.  

O paciente que realizou este terceiro transplante encontrava-se em tratamento contra hepatite, no hospital, desde 2012. A cirurgia foi realizada na última terça-feira (16), três meses após o primeiro transplante. O secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, informa que o procedimento durou cerca de seis horas, incluindo o processo de captação do órgão doado, realizado no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, unidade também do Governo do Estado. Ele destacou o gesto de solidariedade da família do doador, que apesar do momento difícil da perda de um ente querido, decidiu por ajudar a salvar uma outra vida, por meio do transplante.  

Para a coordenadora estadual de Transplantes, Leny Passos, realizar o terceiro procedimento do tipo, no espaço de apenas três meses, demonstra o fortalecimento do programa de doação de órgãos no estado. No próximo ano, ela diz que a intenção é intensificar ainda mais o trabalho de divulgação da importância da doação de órgãos.

O diretor-presidente da FHAJ, Alexandre Bichara, ressaltou que a doação é um gesto de amor ao próximo, pois a pessoa que está perdendo um familiar, também pode proporcionar qualidade de vida a quem precisa e aguarda nas filas de transplantes. “A doação de órgão é o renascimento de uma outra vida”, afirmou.

Preparação e ampliação

A Susam iniciou os preparativos para implantação do Programa de Transplantes de Fígado na FHAJ há um ano e meio, com treinamento das equipes, aquisição de equipamentos, definição de protocolos de atendimento e organização do serviço ambulatorial de acompanhamento de pacientes. Todo o processo recebeu a tutoria do Grupo Hepato, de São Paulo, especializado no estudo e tratamento clínico e cirúrgico de doenças do fígado, pâncreas e demais afecções do aparelho digestivo.

A Susam já realiza transplantes de fígado, córneas e rins. Em 2015, iniciará os transplantes de coração, na Fundação Hospital do Coração Francisca Mendes, que está sendo preparada para isso. Os transplantes renais serão ampliados, com a oferta do procedimento no Hospital Adriano Jorge.

A coordenadora do Programa Estadual de Transplantes, Leny Passos, destaca o trabalho desenvolvido pela equipe multidisciplinar que trabalha na captação e convencimento da importância da doação de órgãos. “Para o transplante ser feito é preciso que alguém doe e isso só é possível através do trabalho da equipe de médicos, psicólogos e assistentes sociais, enfermeiros e da generosidade das famílias”, ressaltou.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade